Animais

Gato fica preso na ferragem de carro e precisa ser sedado para o resgate

capa site Gato fica preso na ferragem de carro e precisa ser sedado para o resgate

O caso aconteceu em Porangatu, interior de Goiás, e o Corpo de Bombeiros precisou usar das suas técnicas para fazer o resgate.

Os amantes de gato sabem muito bem como a personalidade desses pequenos pode ser desafiadora e surpreendente. Muito brincalhões, adoram se esconder em locais escuros e pequenos, assim conseguem se sentir seguros e mais tranquilos para uma boa soneca do dia, por exemplo.

Junto com essa necessidade de segurança e proteção, muitos acabam se colocando em situações de risco, como é o caso que aconteceu em Porangatu, no interior de Goiás. As imagens liberadas pelo Corpo de Bombeiros do município mostram o desespero de um gatinho que ficou preso nas ferragens de um carro.

De acordo com informações do G1, o felino ficou com a cabeça presa nas ferragens e, para ser removido com segurança, precisou receber sedação de um veterinário que o Corpo de Bombeiros chamou. Os militares registraram os momentos que antecederam o resgate e depois, quando o gato foi sedado.

Os bombeiros receberam o chamado na manhã do dia 19 de janeiro, quando o veterinário Sebastião José de Carvalho aplicou, de forma voluntária, o sedativo para que os oficiais conseguissem resgatar de maneira eficiente o gatinho, pensando no seu bem-estar, isso porque ele poderia sentir dor ou ser ferido se fosse removido do lugar acordado, correndo o risco de se debater de medo.

As informações são de que o animal ficou sob responsabilidade de Sebastião José, o veterinário, até que o dono, que não foi identificado, fosse pegá-lo, como explicou a própria corporação. O gato não apresentou nenhum ferimento e está bem.

Assista ao vídeo abaixo:

Por que os gatos se escondem?

Todas as pessoas que têm gatos sabem muito bem que essa característica dos bichanos pode causar alguns problemas. Quantas vezes eles desaparecem, você os procura, acreditando que estejam em perigo, e eles estão apenas dentro de uma gaveta? Em outros momentos, podem ter escapado e estar em perigo.

Essa fixação por se esconder em lugares escuros e pequenos não existe à toa, muitos deles, de acordo com veterinários, querem um canto calmo para tirar uma boa soneca. Não se espante, mas os gatos gostam de dormir de 12 a 16 horas por dia, e como são noturnos, esse sono é ao longo do dia.

Existem outros motivos para que os felinos se escondam, por exemplo, fugir de barulho ou ambientes hostis. Mesmo sendo animais muito curiosos, sempre que passam por uma mudança grande, sentem-na de maneira impactante e, temendo encontrar “predadores” nesses locais, preferem se esconder.

Mas eles também podem se esconder simplesmente porque querem brincar. Todos os donos de gatos já devem ter passado por aquele momento em que estão caminhando tranquilamente em casa e, de repente, são atacados pelo brutal e amedrontador bichinho de estimação. Eles vivem ensaiando esses ataques, gostam de se camuflar para pegar insetos, mas esse comportamento, assim como os demais que listamos acima, são comuns e saudáveis.

É necessário ficar de olho apenas quando o felino apresenta comportamentos estranhos, como passar mais tempo do que o esperado escondido. Podem ainda se esconder porque existem parasitas em excesso dentro de casa, como pulgas. Nesses casos, o melhor é limpar o ambiente da melhor maneira possível, além de levar o animal ao veterinário.

Inclusive, um dos motivos de os gatos se esconderem em excesso é justamente alguma enfermidade, como tumores e outras doenças graves. Se o seu bichinho desaparece demais, mudou o comportamento sem motivo aparente, lembre-se de fazer um bom check-up no seu companheiro.

A depender do clima, principalmente se o seu gato gostar de sair de casa para alguns passeios noturnos, é sempre bom dar uma olhada embaixo do carro, em cima das rodas e até mesmo dentro do motor, se estiver muito frio, pois ele ou gatos de rua podem ter se escondido ali em busca de um local quente para se abrigar.

0 %