Comportamento

Gêmeos recém-nascidos se abraçaram durante o banho, como se ainda estivessem no útero materno

capa site Gemeos recem nascidos se abracaram durante o banho como se ainda estivessem no utero materno
Comente!

Um vídeo que tem feito muito sucesso nas redes sociais mostra irmãos gêmeos tomando um adorável banho juntos, transmitindo a sensação de paz e tranquilidade.

A conexão com nossos irmãos e familiares mais próximos mostra que somos indivíduos que nasceram para compartilhar afetos e experiências. Desde a infância, temos afinidade com outras pessoas, montando nossa grande lista de amigos e pessoas próximas. Mesmo sendo consanguíneas, nem sempre a afinidade acontece, mostrando que, em alguns momentos, precisamos reconhecer que as interações sociais são incríveis.

Ter a possibilidade de encontrar em um irmão, um amigo, um primo a segurança e a proximidade necessárias para uma boa relação não é algo que acontece com todos. Por isso precisamos agradecer quando temos ao nosso lado pessoas de bem, que querem não apenas somar, mas transformar nossa existência em algo maior, mais profundo e simples de viver.

As pessoas que têm irmãos próximos, principalmente as gêmeas, sabem da dor e da delícia que é poder compartilhar o mesmo espaço-tempo, crescer ao lado de um confidente, alguém capaz de conhecê-lo tão profundamente, que sabe interpretar, desde a infância, seus sinais. Ter a chance de dividir a barriga da mãe e a maioria dos processos e vivências da infância com outra pessoa é uma grande sorte.

Nos primeiros anos de vida, as pessoas estão a pleno vapor, com a intenção expressa de aprender o máximo que conseguirem, descobrindo o mundo e as novas sensações. Fazer isso com alguém ao lado é ainda mais emocionante, compartilhando momentos e memórias.

Não é à toa que desde sempre a humanidade teve curiosidade de compreender um pouco mais como funcionava a concepção, o nascimento e até mesmo a vida dos gêmeos. Duas pessoas que nascem da mesma barriga, que dividem a mesma aparência, mas que, ao mesmo tempo, são diferentes em suas personalidades e anseios.

Uma enfermeira compartilhou cenas impressionantes do momento em que dá banho em duas crianças. Buscando simular o útero, a enfermeira Sonia Rochel escolhe um espaço adequado para os bebês, que devem ter no máximo dois meses. Um vídeo que recolheu quase 50 milhões de visualizações tem como protagonistas dois gêmeos recém-nascidos, com menos de 2 meses. Os dois são filmados enquanto uma enfermeira experiente lhes dá banho com uma técnica particular, que visa simular uma situação semelhante àquela vivida pelos pequeninos no útero.

A possibilidade de acalmar aquelas crianças tão pequenas vem justamente da ideia de buscar deixá-las mais seguras e confiantes, e para isso criar um espaço que lembra os momentos em que estiveram no útero é importante. Além disso, nos primeiros meses de vida, é muito importante manter o filho o máximo de tempo “pele a pele” com a mãe.

A exterogestação é o momento em que as crianças terminam certas etapas de seu desenvolvimento fora da barriga e quando encaminham para compreender que são pessoas diferentes da própria mãe, já que acreditam que são um único indivíduo. Por isso, a quantidade imensa de mudanças pode fazer com que as crianças chorem e se sintam desesperadas, precisando de apoio e acolhimento.

O vídeo que acumulou tantas visualizações no Youtube mostra como se pode dar banho em bebês de até 2 meses, recriando aquela situação particular de quando ainda estavam na barriga da mamãe. Carinho sem fim e um abraço doce são flagrados entre as duas crianças durante todo o banho. A duração do banho varia entre 10 e 15 minutos e é uma experiência reservada a crianças muito pequenas (bebês até 2 meses de idade). Ninguém mais usa essa abordagem específica, a não ser a enfermeira Sonia Rochel, que convida os pais a não tentarem usar essa técnica em casa.

Comente!

Os 4 signos mais espirituais. São muito sensitivos e veem o que a maioria não consegue!

Artigo Anterior

Irmãos morrem após confundirem soda cáustica com refrigerante na Bahia

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.