Pessoas inspiradoras

“Gênio da programação”, paulistano de 14 anos, descoberto em ocupação, ganha bolsa de estudos e emprego!

O garoto impressionou com suas habilidades e tem recebido grandes oportunidades para o futuro. Confira!



Luiz Henrique Cunha Olivieri, um garoto de 14 anos, que vive na Ocupação Mauá, na cidade de São Paulo, recentemente provou que o sucesso não depende da condição financeira, mas da dedicação, da inteligência e da vontade de vencer.

Segundo contado por uma matéria do R7, o menino chamou a atenção depois de excelente desempenho numa iniciativa. Luiz foi um dos alunos do curso de programação e design de games oferecido pelo Instituto Educ360º, cofundado por Fábio Carmo, que também é professor.

Os cursos, que formam profissionais de lógica, criação e desenvolvimento no setor digital, também são oferecidos para crianças e adolescentes de comunidades carentes, e desta vez chegou à comunidade que vive em prédios onde funcionaram hotéis inaugurados na década de 1960.


Na primeira etapa do curso, as crianças e os adolescentes de Mauá foram divididos em turmas e tiveram de resolver os exercícios práticos até a etapa 10.

O resultado foi alcançado por todos, mas Luiz se destacou, indo até a etapa 19, mais da metade do programa, que tem duração de cinco meses. O jovem também teve a melhor nota dentre os participantes.

Certamente, seu resultado é um fruto da paixão pela tecnologia. O garoto, que mora com a avó e os dois irmãos, enfrenta muitas dificuldades financeiras e familiares, mas tira forças do seu talento em robótica e programação para viver cada dia.

Direitos autorais: divulgação/EDUC360º.


Dona Divina, avó de Luiz, diz que o neto nunca precisou de cobrança em relação aos estudos e sempre respondeu por conta própria a todos os exercícios, tirando boas notas e sendo elogiado pelos mestres.

O menino revelou ser apaixonado por hardwares (máquinas e equipamentos de computação) e softwares (programas), acrescentando que busca estudar e absorver o máximo de conhecimento possível.

Também disse que está aprendendo a programar alguns tipos de jogos e que foi encorajado pelo professor Fábio, que afirmou que logo ele começaria a desenvolver “aplicativos interessantes”.

O talento de Luiz não tem passado despercebido. Por conta de seu potencial e dedicação, o menino recebeu uma bolsa de estudos no valor de R$800, para aprimorar seu conhecimento em conteúdos profissionalizantes. A bolsa tem duração de 16 meses. Além disso, já tem até emprego garantido depois do estágio remunerado no instituto. Luiz trabalhará na Foursys, uma empresa de negócios digitais.


Fábio acredita que Luiz é um “gênio precoce da área de tecnologia” e diz que o menino tem um “potencial espantoso e uma história de superação incrível”.

Que Luiz tenha muito sucesso!

Compartilhe sua história através das redes sociais!


Médico brasileiro investigado por assédio sexual tem detenção prorrogada no Egito

Artigo Anterior

Entregador de pizza, de 89 anos, que passava necessidade, recebe gorjeta dos clientes de mais de R$65 mil

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.