3min. de leitura

A gente muda quando a zona de conforto já não nos abriga mais…

A gente muda quando a zona de conforto já não nos abriga mais, quando a estação passa, quando a dúvida torna-se uma resposta, quando olhamos o céu e entendemos a direção das nuvens ou até mesmo quando tornamos conscientes nossos passos.

Mudar dói. Mudar requer disposição e coragem, verdade e liberdade. Mudar é arriscar, é se entregar ao que ainda não nasceu, é multiplicar visões e preencher o coração de novas sementes.


O que nos prende é a briga interna de sentimentos. Medo versus amor. Medo do fracasso, medo das opiniões, medo do novo, medo de si mesmo, medo do erro, medo, medo e medo. Amor pelo novo, amor pela solução, amor pela oportunidade, amor por si mesmo, amor pela escolha, amor pela evolução, amor, amor e amor.

Quando a mudança chegou, o medo se instalou. Pensou que era visita e logo ficou. Resolvi dar chance ao amor, ele me aceitou e logo me amou.

Fiz da mudança uma nova vida, e fiz da vida um novo caminho. O sentimento de que as coisas ainda não estão completas insistem. Existem os dias nublados, os chuvosos e a chuva de fogo que invade a mente, é um tumulto. Pensamento atropelando sentimento e vice versa, um oba-oba sem limites. Sento, respiro, concentro, permaneço, aprendo, cresço, evoluo.


Nada permanece para sempre e tudo está bem do jeito que é.

Vem ver o pôr do sol, vem dançar na rua, vem ser feliz. Vem ser você!

Vem mudar, com a vontade de fazer melhor, de ser melhor, de se conhecer melhor. Faça das suas vontades o início, das suas loucuras o inesperado, da sua emoção positiva o barco virar, a chuva cessar e o tempo abrir.


Se o seu coração está aí palpitando sem parar, como se fosse saltar, e o pensamento viajou, pegou as malas e partiu, é hora de mudar. Sente a dor, a casca partir, o corpo sair. O intervalo entre o sussurro da dor e o aconchego ao lar. Seja bem vindo!

Mudar é tricotar uma nuvem de sonhos.

___________

Direitos autorais da imagem de capa: mimagephotography / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.