Geração triste… – a era fascinada pelo imediatismo digital…

3min. de leitura

Na era digital tivemos muitos avanços positivos no que tange ao conhecimento. Conectados em tempo real com os acontecimentos, notícias aproximação de amigos e futilidades.



Por outro lado, há um fator preocupante em relação às crianças e adolescentes; o déficit de atenção em relação aos estudos e a convivência social. O uso demasiado dessa ferramenta vem causando isolamento e sobretudo consequências irreversíveis.

Com a imaturidade deixam de vivenciar o mundo presencial envolvidos pela magia do mundo virtual acabam se distanciando da realidade. O que para eles torna- se normal.

GERAÇÃO TRISTE - FOTO 01


A mercê da distração e a busca exacerbada de um mundo contagiante deixam de pequenos prazeres cotidiano para mergulhar numa aventura perigosa. A absorção muitas vezes equivocada e fórmulas rápidas para solução de problemas atraem essa geração que não questiona a veracidade das informações.

Essa realidade pode facilmente ser visualizada no ambiente escolar, onde num tempo não muito distante ouvia-se conversas, risadas, brincadeiras e muita criatividade.

Hoje, portanto tornou-se um lugar de cabeças baixas. Os corredores e pátios estão mudos e os alunos na condição de reféns de um mundo que suportam nas mãos com um simples toque.


A falta de diálogo e o desinteresse pelos estudos são preocupantes. Não há limites. Enquanto, se distraem na busca de entretenimento e assuntos obsoletos faltam-lhes a maturidade crítica. Fascinados pelo imediatismo da internet o que importa é estar ligados o tempo todo.

GERAÇÃO TRISTE - FOTO 02

Contudo nós adultos somos cúmplices dessa geração que numa velocidade assustadora está perdendo o entusiasmo, o brilho nos olhos, alegria dos pequenos prazeres da vida.

Que pena! Pois estão ficando cada vez mais tristes e com pouca história para contar às futuras gerações.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

* Matéria atualizada em 21/07/2016 às 7:23






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.