Gerenciamento das emoções no uso da lei da atração…

“Quando estamos sob efeito de qualquer emoção, o corpo inteiro sente. O estado mental do estresse produz emoções prolongadas que esgotam o funcionamento celular adequado, promovendo o aparecimento de doenças. ” (Dr. Milton Moura, cardiologista, estudioso da física quântica e da neurociência)



O lobo frontal do cérebro está ligado as emoções e no gerenciamento das mesmas.

É importante saber que quando queremos usar de forma consciente a Lei da Atração em nossas vidas, devemos tentar ao máximo gerenciar estas emoções.

Pensamentos positivos de forma otimista, liberam serotonina e dopamina, os quais trazem ao organismo sensações prazerosas e aliviam o fator de estresse. Pessoas otimistas tendem a ser menos ansiosas e depressivas.


Pensamentos negativos de sofrimento, angústias, raiva, ódio, rancor e outros, promovem alterações fisioquímicas em nosso organismo que podem “ligar” ou “desligar” genes específicos, dentre outras alterações, possibilitando doenças.

As emoções também viciam. Um cuidado que devemos ter. Gerenciar nossas emoções não é tarefa fácil.

A meditação pode nos ajudar a redimensionar nossos valores, propósitos e nos trazer a calma necessária para nos reinventarmos.


Procure expressar em você positividade, alegria, amor, gratidão; de forma verdadeira. Sentimentos estes libertadores de possíveis patologias, lhe trazendo melhor qualidade de vida.

Questione os seus sentimentos e não permita que o lado negativo entre em sua vida.

Uma dica seria: “toda vez que tiver um pensamento negativo, inverta por um positivo”.

Para que a Lei da Atração funcione como desejado, você precisa gerenciar suas emoções.

Desejo a todos, melhor qualidade de vida; com mais saúde emocional, mental e física.

Agradeço imensamente!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.