ColunistasEmoções

Gosto de saudade…

gosto de saudade

Saudade do que ainda vai vir, do que foi, do que ficou.



Saudade da gota d’água que evaporou antes de se espatifar no chão.
Saudade do sorvete derretido na mão, saudade do pão que endureceu, do queijo que o rato comeu.

Saudade do pé de laranja, da montanha de neve, da montanha de gente, de gente na montanha.


Saudade do porto, do cais, do navio que foi e não volta mais.

Saudade do futuro, da semana que vem, do próximo mês, saudade do que ainda não encontrei.
Saudade amarga na boca, saudade com cauda de chocolate, saudade de café da tarde, saudade faltando uma metade.

Saudade que não me deixa mais nada dizer, me deixa com medo de adormecer, de tudo esquecer.


Saudade com gosto de avelã, saudade na pasta de dente, saudade do frio, do calor, saudade do cobertor.

Saudade do pé no chão, da unha do dedão. Saudade desenhada na palma da mão.

Saudade da noite de ontem, saudade do acordar de hoje, saudade de mergulhar no espelho, saudade de me vestir de vermelho.

Saudade das folhas das árvores, saudade das jabuticabeiras, saudade da amoreira.


Saudade da mão na cintura, do seu pé enrolado no meu, saudade da cor que me acolheu.

Saudade da pia da cozinha, da louça suja, do roupão ao anoitecer. Saudade que não me deixa te esquecer, saudade que não me deixa te ver.
Saudade do arroz queimado, saudade do rio sem fim, da floresta esquecida, do quarto do hotel, saudade do anel.

Saudade do azul, saudade do céu, saudade que não cabe no papel.


Saudade que não termina aqui, saudade que vai sempre existir.
Saudade do que vai acontecer, saudade desse anoitecer, saudade de tudo o que ainda tenho pra viver.

Saudade de nem sei mais o que!!


19 incríveis imagens de um guaxinim órfão e a família que o resgatou:

Artigo Anterior

Sou grato às pessoas difíceis, pois elas me mostram como não devo ser!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.