ColunistasComportamentoVida

A grande armadilha de colocar a culpa lá fora…

Vou te dizer o que digo aos meus pacientes e aprendizes:



– Não gaste seu dinheiro com qualquer profissional se você não quer levantar da cama, ter um dia ruim, e daí todos temos, e resinificar, ver o lado bom!!

Quando a vida estiver batendo em você, levante quantas vezes for necessário e diga para a vida que ela bate feito uma garotinha! Assuma que tudo e todos que estão em sua vida são programas que você cria na sua mente e que você pode mudar estes programas, sua forma de pensar e sentir!!! Você pode, se desejar aprender, a não mais atrair o que não deseja!!

Assuma suas mentiras internas que te jogam na vitimização e que te dão da vida que você vive e pare de culpar os outros.


A GARNDE ARMADILHA -  FOTO 01

Você nasceu para ter sucesso, o Cara lá em cima nunca ia te mandar para cá, e diga – se de passagem que aqui é apanhar e levantar, se você não tivesse capacidade e potencial para vencer, independente do que aconteça!

Você está cansado sabe do quê? Das suas próprias lamentações, do seu choro diário, das suas conversas mentais que gritam, imploram que você não está tendo a vida que tanto deseja!!!! Que você é fraco, desistente, perdedor, que sempre há algo para se cobrar e torturar….

O inconsciente nos diz coisas horríveis e enquanto você viver no piloto automático, achando que é seu consciente que dita as regras, você vai culpar o mundo e vai chamar os desfechos da sua vida de ACASOS!!!


Pare de culpar o destino, o outro…Pare de culpar o governo, se recuse a fazer parte da crise…

Eu sempre pergunto para meus pacientes: – Que crise? Eu e minha empresa, minha vida, meu financeiro não temos nada a ver com o problema que os outros acreditam, nos recusamos a entrar nesta sintonia e eu nem sabia que estava tendo crise.

Desligue a televisão! Saia do uso em excesso de redes na internet, fuja de conversações que não agregam paz ao seu espírito!

Faça o “tema de casa” quando o Coach, o psicoterapeuta ou o profissional que te auxilia, te convidar a fazer!


Pare de culpar VOCÊ mesmo e seja mais complacente para levantar e tentar de novo, agora, chega de ser complacente com a sua preguiça interna, com seu comodismo, com suas melhores desculpas. Aprenda o que são armadilhas e foque em não cair nelas!!

Alguém me perguntou como eu conseguia ser tão fria quando o caso é deixar partir pessoas que são armadilhas.

Respondi que posso ama-las, estar apaixonada, mas se vejo que não estão em minha sintonia, que vieram e não colaboram, me atrasam, sento comigo mesma, agradeço por perceber que são armadilhas, agradeço mentalmente a elas e sigo em frente, pois um dia, toda dor passa. Toda dor passa. Melhor seguir curando a dor de alguém que ficou para trás, do que ficar sentada a beira do caminho curtindo armadilhas e aumentando uma dor desnecessária.

Isto não é frieza é INTELIGENCIA EMOCIONAL! Desenvolva inteligência emocional, também.


A GRANDE ARMADILHA - FOTO 02

Aprenda a desapegar, solte a resistência, solte a teimosia, a rebeldia que te distrai do processo, do desfecho desejado pelo seu coração. E não há desculpas, há profissionais habilitados que podem te ajudar com estas questões tão dolorosas e resistentes.

Motive – se, tenha compaixão com seus erros, com as burradas, ria das intempéries, se dê colinho, fique uma ou muitas noites só com você e sinta prazer na sua companhia.

Quem sabe o que quer, qual o tipo de companhia que deseja, como quer ser tratado, onde quer chegar, tem de ser e fazer isto para si antes de tudo, depois, é só um programa lá fora que sua mente vai criar com tudo que você criou de bom aí dentro.


Mexa – se em direção aos seus planos, sonhos, coloque energia no que você quer e não mais no que VOCÊ NÃO QUER!

Te desejo coragem, cura, equilíbrio e muito tesão na hora de levantar e parar de apanhar da vida!

Os fortes preferem ficar sozinhos do que com pessoas que não os valorizam

Artigo Anterior

A importância de deixar o passado no passado…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.