Gratidão – a chave da vida!

2min. de leitura

Estudos recentes, realizados com pacientes que fazem terapia, têm demonstrado uma realidade muito interessante; ao progredirem no trabalho, os indivíduos tendem a usar muito mais a palavra “nós” do que o “eu”.



Ok, e o que isso nos ensina sobre a gratidão?

Vamos aos fatos:

Recentemente, aprendi com Greg Norris, que estuda o ciclo de vida dos objetos em Harvard, que quando seguro uma folha de papel nas mãos, pelo menos 35 países tornaram isso real. Imagine quantas pessoas doaram de si para tornar isso possível?!


Uma interdependência fantástica!

Uma realidade que deveria nos transbordar de gratidão.

Ao observar ao seu redor, você terá a oportunidade de evidenciar isso. De ver o quanto você, neste exato momento, deve a outras pessoas (desconhecidas, em muitos casos).

Gratidão pelo café quentinho que você tomou à tarde, por quem fabricou as xícaras, as pessoas que trouxeram a eletricidade a sua casa, ao criador do remédio que fez sua gripe cessar, etc.


Tudo, absolutamente tudo, trata-se do que outros fizeram.

Ao cultivar esse olhar, nós nos lembramos de “esquecer de nós mesmos”.

Percebemos que o mundo não gira porque “eu existo”. Se estamos na sombra, devemos isso a quem resolveu plantar essas árvores.

Ser grato é contemplar esse milagre todos os dias. O exercício da gratidão é fortalecedor.

________________

Direitos autorais da imagem de capa: designpics / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.