Família

Grávida, Lorena Improta, mulher de Léo Santana, diz: “Gravidez é uma bênção, mas nem tudo são flores”

A dançarina afirma que o relacionamento dela com Léo Santana está mais maduro e que a alegria de conhecer a filha é maior do que os incômodos gestacionais.



A chegada de uma criança é sempre um dos momentos mais abençoados na vida das pessoas. Aquele pequeno ser, que precisa de toda atenção e cuidados possíveis, é capaz de causar um turbilhão de sentimentos e colocar as rotinas dos familiares de pernas para o ar.

Nas pessoas que geraram o bebê, o impacto e a mudança acabam sendo maiores, principalmente por envolver oscilações hormonais que nem em sonhos poderiam ser mensurados.

Mesmo durante a gestação, é possível sentir pouco a pouco as definições e crenças anteriores mudarem. Tudo aquilo em que acreditávamos ser verdade, tudo aquilo com o que nos importávamos cede espaço para um relacionamento mais maduro e pontual com a vida e as pessoas que nos cercam. Isso acontece de forma natural. Muitas pessoas percebem, enquanto outras apenas ficam inebriadas com a ideia de um novo membro na família.


Em entrevista ao UOL, a dançarina e influenciadora Lorena Improta falou um pouco sobre seu processo gestacional e como enxerga a maternidade agora que teve contato com outras mulheres que fazem um relato mais sincero desse período.

Grávida de oito meses, fruto do casamento com o cantor Léo Santana, a artista explica que a gravidez é uma bênção, mas que nem tudo são flores. Segundo Lorena, esse é um momento em que está passando por muitas adaptações e alguns incômodos, mas que a ideia de conhecer a filha o quanto antes e o relacionamento com Léo ter se tornado mais maduro acabam melhorando tudo.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@loreimprota.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@loreimprota.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@loreimprota.

Assim que começou a sentir enjoos e compartilhou isso com seus seguidores, muitos não a acolheram muito bem, além disso, ela destaca que sempre que olhava as redes sociais de outras mães tudo parecia mil maravilhas.

Percebendo essa dificuldade em encontrar uma rede de apoio on-line, a dançarina resolveu criar o projeto “Ajude uma mãe”, em que entrevista outras mulheres que tiveram filhos para que possam compartilhar situações sobre as quais, na maioria das vezes, ninguém fala.

Entre as convidadas estavam Taís Fersoza, Virgínia e Nanda Perim, sempre com o intuito de bater um papo e trocar experiências sobre a maternidade real, sem romantizar a gravidez.


Lorena trabalha como dançarina e revela que, no início, se importou um pouco com as mudanças que notou em seu corpo, e que levou um pouco de tempo até conseguir administrar a cabeça para compreender que essa é uma fase única, mas para ela qualquer incômodo ou insatisfação é recompensado quando se pega imaginando como seria o rosto de Liz, primeira filha do casal.

O relacionamento deles foi marcado, antes do casamento, por idas e vindas e, em mais de um momento, a dançarina já havia falado que o que faltava era maturidade para lidar com algumas questões. Após o casamento, em fevereiro deste ano, Lorena conta que eles cresceram muito, como se tivessem amadurecido dez anos em apenas um.

Ex-manicure, modelo de MS conquista passarelas internacionais e é escolhida uma das 50 melhores do mundo

Artigo Anterior

Menino de 10 anos, que vendia salgados para reformar a própria casa, recebeu R$ 68 mil em doações

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.