Gritar com as crianças não faz com que elas aprendam, apenas as ensina a desrespeitar



Quando uma criança é criada aos gritos, ela não aprende o que são limites. Acreditam que podem fazer o que quiserem, até que seus pais comecem a gritar.

A educação que as crianças recebem em seus primeiros anos de vida determinará como se comportarão com as outras pessoas pelo resto de suas vidas, inclusive dentro de casa, junto à família. Por isso, é preciso que os pais e responsáveis estejam sempre muito atentos a que exemplo estão transmitindo aos pequenos.

Um dos elementos mais frequentes nas famílias é o grito, porque muitos pais acreditam que apenas gritando serão capazes de fazer com que as crianças se aquietem e obedeçam às suas ordens.

Por esse motivo, ao menor sinal de bagunça ou falta de educação, começam a berrar, sem importar sobre onde estão ou como sua atitude vai impactar o emocional dos filhos.

Quando uma criança é criada aos gritos, ela não aprende o que são limites. Acreditam que podem fazer o que quiserem, até que seus pais comecem a gritar, e que todas as atitudes que vêm antes dos gritos são liberadas. Esse pensamento é extremamente prejudicial, porque o mundo não funciona dessa maneira, e quando tiverem que ser responsáveis pelas próprias vidas, sofrerão muito, até realmente aprenderem a maneira certa de agir.

Os pais muitas vezes recorrem aos gritos como uma maneira mais fácil de resolver os problemas, porque quando gritam conseguem o que querem no mesmo instante, mas sentar para conversar com o filho e explicar tudo o que estão fazendo de errado é muito mais demorado, e muitas vezes acreditam que não é necessário.

Esse é um grande erro! Os gritos podem silenciar os barulhos e acalmar as bagunças a curto prazo, mas nunca farão com que as crianças aprendam a lição.

Pelo contrário, elas crescerão seguindo o mesmo exemplo, tratando todas as pessoas ao seu redor desrespeitosamente, acreditando que, quando quiserem algo, basta apenas gritarem e conseguirão.

Os filhos aprendem com o nosso exemplo, eles estão sempre muito atentos a tudo aquilo que fazemos e sempre replicarão nossas atitudes em suas próprias vidas, e é por isso que precisamos ter muita responsabilidade.



Gritos são uma maneira irresponsável de resolver uma questão que exige muita consciência.

Eles não são uma solução simples, são uma maneira de prolongar um problema, e o pior é que as consequências afetam a todos: filhos, pais, familiares, amigos e todos os que tiverem que conviver com as crianças um dia.

Reveja a sua necessidade de gritar com seus filhos. É sempre muito mais produtivo tratá-los com amor e paciência, porque algumas horas de conversa na infância serão muito mais produtivas do que muitos anos de problema e falta de educação na vida adulta.


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Katarzyna Białasiewicz/123RF Imagens.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.