Relacionamentos

Há 6 anos, marido deixou trabalho para cuidar da esposa com depressão: “Nunca abandonei ela”

Ele se recusou a abandonar a esposa doente e tem se dedicado muito para conseguir cuidar de sua família. Confira!



O casamento é um dos compromissos mais sérios e valiosos que assumimos com outra pessoa. Ele representa uma união poderosa, de amor e cumplicidade, em que duas pessoas se comprometem a estar uma do lado da outra nos momentos fáceis e difíceis, apoiando-se nos desafios.

Muitas pessoas não reconhecem ou respeitam o profundo significado do casamento, mas existem aquelas que nos inspiram e trazem esperança através de suas atitudes, mostrando que é possível encontrar alguém disposto a estar ao nosso lado e nos oferecer um amor verdadeiro, altruísta e único.

Recentemente, citamos um desses exemplos por aqui, contamos sobre o homem que deixou tudo para cuidar da esposa em estado vegetativo, e hoje trouxemos um caso similar, que é uma prova de que o casamento pode ser uma parceria de muito sucesso. Frank Lopes, de 36 anos, é um homem que vive em Belém (PA) e é casado com Elisangela Sena, 49 anos, com quem tem um filho de 8 anos.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@garcomdetransito.

Há alguns anos, sua esposa foi diagnosticada com depressão severa, que tem prejudicado seriamente a sua qualidade de vida, muitas vezes, impedindo-a de fazer até mesmo as tarefas mais simples do dia a dia.

Segundo contado por Lopes em seu Instagram, logo após o diagnóstico da doença da esposa, como não sabia nada sobre depressão, foi aconselhado por muitos amigos e familiares a abandonar Elisangela, porque ela era um “caso perdido”.

No entanto, ele se recusou a fazer isso, e permaneceu ao seu lado. Há seis anos, a situação se agravou de um jeito que ele teve de deixar seu emprego para cuidar da esposa e do filho, e agora sustenta a família vendendo água na rua.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@garcomdetransito.

Essa não é uma realidade fácil, mas ele afirma que mesmo assim nunca desistiu ou abandonou a sua companheira de vida. Segundo Frank, as palavras “na saúde e na doença”, ditas no dia do casamento, são sempre vivas em sua memória, e com certeza isso o motiva a dar o seu melhor todos os dias. A dedicação do homem a cuidar de sua família tocou muitas pessoas, que se uniram em uma vaquinha para ajudá-lo, cujo montante ultrapassou R$ 57 mil.

Apaixonado pela mulher, Lopes aconselhou todos os casais a se amar, respeitar e ser companheiros, e disse que faria tudo de novo para ver Elisangela bem. Um grande exemplo de amor verdadeiro. Que esse casal siga sempre unido pelo amor!



Se estiver passando por crises de depressão e precisar de ajuda, não hesite em discar 188. Este é o número da parceria entre o Centro de Valorização da Vida com o Ministério da Saúde. A ligação é gratuita.

Também é possível encontrar atendimento no endereço eletrônico: www.cvv.org.br para chat, Skype, e-mail e mais informações. Para contatar o SAMU, disque 192. Atendimentos também são realizados nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA), Pronto-Socorro e Hospitais.

Barriga de aluguel fica com o bebê na pandemia e o cria junto aos 2 filhos: “Vai ser difícil devolvê-lo”

Artigo Anterior

Mãe coloca bolsa em cima de bebê que dormia em carrinho e gera indignação

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.