publicidade

Há mais cores fora da caixa!

O olho humano é resultado da evolução necessária para que os animais terrestres pudessem sobreviver às mais diversas adversidades.



Um órgão muito bem desenvolvido capaz de enxergar uma enorme quantidade de cores com nitidez espetacular.

Claro, isso quando está em perfeitas condições e comparado à animais com olhos menos desenvolvidos. Eu, por exemplo, “sofro” de miopia e astigmatismo.

Enquanto as aves de rapina enxergam suas presas a distâncias impressionantes, quilômetros, a tamarutaca enxerga um septilhão de cores. Imagine quantos zeros existem nesse número. Difícil imaginar?

A nossa mente mal consegue entender tamanha tempestade policromática. Qual a necessidade de tanta cor? Eu vivo muito bem com um milhão de cores, miopia e astigmatismo.


Bom, a astronomia conseguiu trazer avanços tecnológicos significativos, sendo uma das ciências mais antigas. Através dela que o homem entendeu como funcionam os solstícios, a influência da Lua nas marés e inúmeras outras aplicações dos fenômenos do universo no nosso dia a dia.

Uma das grandes descobertas dos apaixonados pelo espaço é que existem mais cores que podemos ver.

O Raio-X, por exemplo. Você já se utilizou de uma máquina que explore a luz neste espectro em algum hospital, ou pelo menos conhece alguém que precisou dela.

Raios-X, ultravioleta, infravermelho, tudo isto está fora do espectro visível pelo olho humano, entretanto, podemos perceber essas faixas e utilizá-las a nosso favor. As frequências da luz são exemplo para todo o resto do conhecimento. Você aprende muita coisa no decorrer da vida. Percebe como funcionam as quatro operações matemáticas, aí descobre que existem equações de segundo grau, polinômios, o código binário. Ensinam-lhe sobre a divisão geográfica dos espaços terrestres, ou sobre a história dos mais diversos povos, até que se aprofunda e descobre como judeus e palestinos chegaram à eterna guerra por um pedaço de terra. Cada qual com seus motivos, com argumentos incontestáveis para reivindicar seu espaço, ambos certos pelo seu ponto de vista, pelo seu espectro visível da situação.


Cresci aprendendo o certo e o errado. O quente e o frio. O AZUL E O VERMELHO. Não me ensinaram a olhar mais de perto, ou para longe, e ver a devastadora quantidade de variações entre um extremo e outro. O resultado foi um adolescente e um jovem adulto incapaz de tentar entender o lado do outro, pouco empático. E, não, o ponto de vista de quem o contraria não está sempre certo quando visto do lado oposto.

Existem argumentos errados. O que não existe é uma premissa cem por cento correta. Sempre há uma exceção, um caminho que o seu pensamento, por mais acertado que seja, não vai funcionar. A sua rotina vai empacar de frente a alguma pedra intransponível que apenas o outro, com o argumento inverso ao seu, vai conseguir passar, por mais errado que possa estar no contexto da realidade de bilhões de pessoas.

A moral do Canadá pode não ser a mesma moral da Turquia. Os códigos de ética do nosso tempo não funcionariam na Idade Média. Você não entra de tênis em uma casa onde a família não permite calçados pisando no seu chão. Por que, então, insiste em entrar no território ideológico de outra pessoa e tenta deixar todas as suas pegadas por lá?

O seu dedo apontado para o rosto do “adversário” vai liberar algum tipo de hormônio no organismo dele que o fará acreditar mais ainda na própria verdade e repudiar mais ainda a sua verdade.

Assim se cria uma visão binária de uma realidade que é muito mais complexa, fica de fora muita coisa útil para ambos os lados.

Uma sociedade com sujeitos capazes de abrir o seu campo de visão se desenvolve melhor. Já houve tempo de queimarem livros de quem pensasse diferente da comunidade, até gente que queimava gente pelo mesmo motivo. Em alguns dados momentos da história houve revolta e cabeças pensantes conseguiram levar legiões a pensar de outra forma, não se conformavam mais com o que era imposto e até entendido como correto. Dentro da nova forma de imaginar o seu mundo, criaram mais ramificações diversificadas. Contradisseram a contradição. Cada partícula de opinião moldou uma evolução para a sociedade. O resultado foi a dominação intelectual, bélica, seja lá como foi.

O mundo é diferente do que meu pai viu, que dirá da visão de meus avós? Impossível julgá-los por alguns pensamentos ultrapassados.

E, se não é a empatia que lhe fará abrir a cabeça, lembre-se que conhecer o inimigo é a melhor forma de derrotá-lo. Contudo, tenho certeza que se você conhecer a fundo o tal inimigo, não tentará dizimar todo o seu poderio. De algumas riquezas irá se apossar.

Você quer mesmo deixar de ver a infinidade de cores fora de sua caixinha?

_______________

Direitos autorais da imagem de capa: voronin76 / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.