Desenvolvimento PessoalO SegredoReflexão

Há momentos em que ignorar é responder de forma inteligente

há momentos em que ignorar é responder

Às vezes ignorar é responder de forma inteligente. É uma sabedoria que vem com o tempo e experiência e, sem dúvida, é adaptativa. Por quê? Porque todos sabem que as nossas relações nem sempre fornecem-nos apenas coisas positivas, ainda que desejemos.



Portanto, ignorar por vezes é mais uma questão de saúde emocional e proteção de nosso equilíbrio mental do que uma decisão consciente e ponderada sobre a nossa conduta e nossas relações de aproximação com certas pessoas.

Mas, geralmente, não percebemos facilmente que estamos alimentando relacionamentos tóxicos esperando uma recompensa emocional que não vai chegar. Em outras palavras, nós sacrificamos nosso bem-estar por relações não oferecem boas emoções.

há momentos em que ignorar é responder2


Temos de aprender a ignorar para começar a viver em paz

Por isso devemos ignorar situações que nos perturbam e dar a nossa ausência quando a nossa presença não é valorizada. Assim, à palavras loucas, orelhas inteligentes. Mas quando?

  • Quando as críticas não são construtivas e não pedimos opinião.

  • Quando notamos que as ações ou comentários dos outros têm más intenções.
  • Quando quem temos ao nosso lado que está empenhado em criar insegurança e frustração em nosso esquema vital.
  • Quando nos preocupamos com coisas que não podemos controlar.
  • Quando os outros exageram em seu egocentrismo, com clara intenção de esfregar seus sucessos e nos menosprezar.

  • Quando nos impedem de crescer e desenvolver como resultado de interesse ou egoísmo.

há momentos em que ignorar é responder3



Negligencia o que pretende te anular

Palavras, comentários, ações, sentimentos, emoções … Há situações que, por causa de sua hostilidade ou toxicidade podem ser altamente prejudiciais. Às vezes, talvez até mesmo a balança emocional se inclina para o lado oposto do nosso bem-estar e o sofrimento é inevitável.

No entanto, precisamos conseguir manejar as distâncias, dar à nossa mente e nosso corpo a oportunidade de aliviar-se e não anular-se. Podemos escapar se trabalharmos o nosso diálogo interior daquilo que nos bloqueia.

“Então, conseguir com que o que alguém faz não nos afete é como um bálsamo. Pode ser caro no início, mas os resultados começam a ser sentidos em breve na nossa saúde emocional.”


há momentos em que ignorar é responder4


Perdão para as “explosões” das pessoas

É complicado perdoar palavras ofensivas ditas em momentos de raiva. E também existem momentos de euforia que tiram a nossa língua de controle e acaba nos causando consequências terríveis.


Devemos ter cuidado com o perdão e deixar claro que ao oferecê-lo, não estamos autorizando ninguém a nos prejudicar novamente.

Nós também precisamos aprender a nos perdoar por causarmos instabilidade, conflito e dor àqueles que amamos. Devemos reconhecer nossos erros e aceitar o que não podemos mudar, aprendendo as diferenças e vivendo sem remorso, culpa e ódio.

há momentos em que ignorar é responder5

Quando não perdoamos, a alegria e paz desaparecem de nossas vidas e nos tornamos escravos da amargura e sentimentos ruins, nos irritando com facilidade e potencializando as rivalidades. Algo que certamente podemos evitar, se nos atrevermos a ignorar e perdoar.


 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: La Mente es Maravillosa


É tempo de despertar

Artigo Anterior

Ninguém está mais vazio do que aquele que está cheio de si mesmo

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.