3min. de leitura

Há pessoas que sempre vão nos julgar pelos nossos erros e jamais pelo que pudemos produzir de bom.

Às vezes, mudamos para melhor e mesmo assim pessoas insistem em revisitar o passado. Não aceitam o presente e ficam naquilo que já passou, remoendo coisas que já nem existem mais.

Não nos enxergam com outros olhos porque não nos dão chance para isso. Continuam nos alfinetando, tocando nas nossas feridas, continuam nos instigando sempre para o lado mais negativo.


Pessoas que sempre vão nos julgar pelos nossos erros e jamais pelo que pudemos produzir de bom.

E essas mesmas pessoas incoerentes, também já erraram, já falharam e quem aprendeu a perdoar e sentir mais as coisas na espiritualidade, vai sentir que sempre haverá condições de superar aquilo que serviu de aprendizado.

O importante é sentir que a alma evoluiu que as atitudes mudaram, que todo aquele barulho de antes agora é mais silêncio e introspecção. Não é revide, não é deboche e nem aplauso. É uma forma de sustentar o espírito e alimentá-lo com mais paz interna.

Mudamos por nós mesmos, mudamos por sentir essa necessidade interior. Tem gente que ainda bate de frente, enfrenta, culpa, joga tudo sobre nossos ombros e não aceita que a vida é uma grande transformação e que só assim conseguiremos resgatar nossos erros passados.

Que daqui nada levamos e quanto mais carregarmos o coração de mágoa, mais peso teremos para suportar e menos tempo teremos para aproveitar o perdão dado com amor.


O importante é saber que lá atrás, muita coisa já aconteceu e que o hoje pode estar mais estruturado e menos corroído pelos sentimentos que destroem e adoecem o coração.

É preciso juntar o presente, tecer mais boa vontade, costurar mais união. É preciso seguir em frente jogando fora tudo aquilo que secou o olhar e não fez bem a ninguém.

Ainda dá tempo de absorver melhor o dia de hoje e agradecer mais com mais afinco pelas oportunidades que cada um tem para mudar o próprio eu.


Só assim nossa bagagem ficará mais leve e nossos passos serão reconhecidos pelo olhar atento de Deus.

_________

Direitos autorais da imagem de capa: fmarsicano / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.