publicidade

Hoje ela já não mais teme os abismos, porque de tanto cair, aprendeu a voar…

Ela já não sabia mais quem era de verdade.



As curvas da vida, algumas estradas sem saídas, deixaram-na confusa, um tanto quanto perdida.

Ela questionava tudo, ela questionava demais a si mesma. Andava pelos cantos, escondendo-se, anulando-se, e muitas vezes pensando que não era boa o suficiente, que não era capaz de ser a mulher que sempre desejou ser.

Ela vivia de migalhas, estava perdida em uma existência vazia, doava-se demais, amava-se de menos. Em meio ao caos, a confusão.


Finalmente, ela se lembrou de quem era de verdade e, então, o jogo mudou.

Ela, finalmente, entendeu que só dependia dela, mudar, melhorar, crescer e evoluir.

Hoje, ela já não teme os abismos, porque de tanto cair, aprendeu a voar.

Hoje, ela já não procura mais pelo príncipe encantado, carrega sua própria espada, sem deixar cair sua coroa. Cansou de procurar e agora quer ser encontrada.


Ela não precisa de ninguém, mas quando quer alguém, deixa muito claro que só quer quem acrescente, quem se faça presente e saiba como a tratar.

Hoje, quando se vê, em meio a incêndios, ela olha para o fogo e sorri… ela aprendeu a apreciar o ardor das chamas, porque o fogo que queima dentro dela, sempre será mais forte do que o que queima a sua volta.

Hoje, quando ela sorri, as pessoas percebem, que existe beleza nas imperfeições, que existe força na vulnerabilidade, e que sempre existe a possibilidade de mudar, quebrar tabus, virar o jogo, e vencer.

Ela é flor, e graças aos dias de sol e tempestade, cresceu e floresceu, virou magia, acendeu sua luz e nunca mais esqueceu de brilhar.

Ela sou eu, ela é você, ela, representa todas nós, que nos perdemos, reinventamos, e temos orgulho do que nos tornamos.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.