“hoje joguei tanta coisa fora… A casa fica bem melhor assim…”

5min. de leitura

Antes uma reflexão falada com muita riqueza na sessão sobre a lei da atração.



“Você não atrai aquilo que quer, e sim o que você é.” 

Neste artigo falaremos um pouquinho sobre o que mora no consciente e no inconsciente.

Consciente. A saber alguns exemplos.  

Em nossa consciência (mente) estão todas as nossas tomadas de decisões e pensamentos recentes. Nela habita a primeira impressão sobre algum lugar, uma pessoa, um sonho, reações surpreendentes ou ideias brilhantes. Até mesmo a intuição projetada pelos olhos atentos a tudo que ocorre ao redor. Ou seja, no presente. Está também a personalidade em conexão direta com o caráter instalado no inconsciente nem sempre acessado por conta do medo.

A consciência (mente), na maioria das vezes ou em todas elas, costuma ser sabotadora. Pode nos levar do céu ao inferno. Calma! Atente-se a tudo o que ela observa. Em dado momento virá o confronto entre o consciente e inconsciente. Sim, porque no nosso cotidiano, a todo momento fazemos escolhas, tomando decisões importantes e outras nem tanto assim. Simplesmente porque estamos distraídos, no vazio. Ótimo exercício aos solitários saudáveis de plantão.



Inconsciente (essência)

Em nosso inconsciente (essência) habitam também a intuição mais sábia, o caráter. Porém, estão guardados lixos emocionais, que por dias, meses, anos, semanas são arquivados e esquecidos, tais como: Traumas de infância como maus tratos, perda do pai ou mãe, nem sempre uma estrutura familiar saudável, travas emocionais por perdas, violência, medos principalmente, separação de um grande amor, saudade do ente querido que se foi, mágoas. A lista é vasta!

Por que exaltei mais exemplos de momentos negativos? Aí é que está a chave mestra!

Exemplos a saber…



Porque sempre me envolvo relacionamentos tóxicos?

Porque as empresas que trabalho, há sempre alguém que cisma comigo, pega no seu pé e sempre levo a pior?

Porque sou tão insegura quando tenho que tomar alguma decisão?

Uma simples escolha de roupa me deixa nervosa? Esse exemplo até hoje acontece comigo (risos), já melhorei muito…

Há casos em que alguns exemplos que dei ou outros que não citei, precisam de acompanhamento terapêutico. A gravidade é tanta que nosso presente vira um fardo pesado. Pensamos que a felicidade não existe, a vida não presta, e aí empurramos tudo por anos, vestimos a carapuça do vitimismo, não é mesmo?

“A vida vale muito mais que ficar guardando pensamentos e coisas que já não servem para absolutamente nada no presente”!

Vamos lá! Tome coragem e comece a arrumar a casa de dentro para fora!

Saia da sua zona de conforto, perdoe seu algoz, medite, ouça uma bela música em um lugar confortável, procure fazer uma regressão com um bom especialista (há casos estritamente necessários), faça terapia, rebusque-se, aprenda a ficar só, escreva tudo que dói e que lhe fez bem em folhas de papel. Vá devagar. No decorrer das curas, toque fogo nesses papéis e passe a limpo apenas o que o fez feliz e te trouxer êxito no presente.

Troque as cores das roupas, passeie de mãos dadas com o seu amor na praia ou sozinha, converse sozinha, sorria das besteiras faladas e feitas (isso é o que mais faço, às vezes), corte o cabelo diferente de todos que já cortou, mude a cor. Fale sim para o universo, evite os nãos. A não ser quando necessário.

“Aprenda de uma vez por todas que você é o dono do barco e comandante do leme da sua vida e não há cura se não mexer nas feridas, não há limpeza que não tenha que retirar os móveis do lugar e limpar os cantinhos”…

O hoje é um presente! O nome já diz tudo! Você é um presente de Deus e tem missões aqui na Terra, mãos à obra!

“E nunca se esqueça de que o amor cura tudo, portanto, ame-se muito! Você verá o mundo pulsar como um grande coração! Creia!”

No próximo artigo falarei mais sobre o assunto. Boas vibrações!


Direitos autorais da imagem de capa: wallhere / 970706

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.