Comportamento

Homem “alienígena” desabafa sobre não conseguir emprego: “Sou um cara normal, tenho família”

Reprodução Instagram / @the_black_alien_project
Capa facebook Homem alienigena desabafa sobre nao conseguir emprego Sou um cara normal tenho familia

Em seu projeto para virar “alienígena”, Anthony faz transformações no próprio corpo, mas sofre com as consequências do visual.

A maioria dos ambientes corporativos exigem dos trabalhadores certas posturas e “aparências”, demonstrando serem mais profissionais e maduros. Embora ninguém deva ser discriminado por sua aparência, há casos de pessoas obcecadas por modificar o corpo para se parecer mais com algo.

Este é o exemplo de Anthony Loffredo, um homem de visual peculiar. Com o corpo praticamente tatuado de preto, ele deu iniciouàa “Evolução do Projeto Alien Negro”. Segundo o Times Now, por causa das tatuagens que cobrem grande parte do seu corpo, além de transplantes e a língua dividida, Anthony não tem conseguido arranjar um emprego.

O homem admitiu que há muitas reações negativas à sua aparência, mas infelizmente não somente das pessoas nas ruas, como também de seus possíveis empregadores. A sua mudança física inclui os globos oculares verdes, as orelhas, parte do nariz e dois dedos amputados, além de implantes na cabeça e no braço.

Imagem 1 Homem alienigena desabafa sobre nao conseguir emprego Sou um cara normal tenho familia

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @the_black_alien_project

No podcast espanhol no Youtube “Club 113”, Anthony Loffredo afirmou que a mudança por que ele passou é algo muito maior que as tatuagens. Para ele, há muitas coisas negativas, como encontrar um emprego, e mesmo sabendo que se sente melhor assim, entende que há um lado sombrio.

Ainda durante o podcast, Anthony desabafou que luta todos os dias, porque todos os dias encontra novas pessoas que não o entendem e só querem julgá-lo. Para ele, é injusto ser visto como alguém que não se “encaixa” na sociedade, mas essa é a vida, nem todo mundo entende o seu estilo, assim como ele não entende muitas coisas. Além disso, falou que é importante não julgar ninguém, pois não sabemos o que as pessoas estão enfrentando nem por que fazem o que fazem, por isso é preciso apenas conversar.

Imagem 2 Homem alienigena desabafa sobre nao conseguir emprego Sou um cara normal tenho familia

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @the_black_alien_project

Anthony continuou o papo destacando que é humano, mas infelizmente alguns pensam que ele é um louco, e quando o veem, gritam e correm assustados. Quando está à noite na rua ou atravessando com outras pessoas, ele tenta mudar de lado da rua, além de ser muito cuidadoso com as crianças, pois pode ser um choque para elas.

Imagem 3 Homem alienigena desabafa sobre nao conseguir emprego Sou um cara normal tenho familia

Reprodução Instagram / @the_black_alien_project

Apesar disso tudo, o homem afirma ser normal, como todo mundo, que trabalha, tem família, amigos e namorada, e isso faz dele uma pessoa comum, como as demais. Mesmo assim, suas características físicas o afetam negativamente quando o assunto é conseguir um emprego e outras necessidades sociais.

Críticas e apoio

Em 2020, Anthony Loffredo publicou no Instagram uma foto sua defendendo a escolha de se transformar aparentemente em um “alien”: “Uns dizem que sou louco, outros dizem que sou o próprio diabo, que não mereço estar aqui… Vou lutar até o último suspiro. Defenderei meu projeto até o fim”.

Imagem 4 Homem alienigena desabafa sobre nao conseguir emprego Sou um cara normal tenho familia

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @the_black_alien_project

Com cerca de 1,2 milhão de seguidores no Instagram, Anthony publica fotos atualizadas de sua transformação. Com vários comentários criticando seu amor-próprio ou o porquê da mudança estética, dizendo que está louco, que é uma pessoa triste e precisa de um bom terapeuta, também há quem fique ao seu lado: “Mantenha-se fiel a si mesmo e ao que você acredita. As pessoas são todas diferentes e o seu lado atípico é o que te faz charmoso”, escreveu alguém nos comentários, apoiando o “alienígena”. “O que quer que façamos… quem somos… sempre somos criticados…”, escreveu outra pessoa.