Comportamento

Homem conta que sua parceira quer dar nome neutro para o bebê: “Ela ameaçou não me dar escolha”

Foto: Pexels
Capa Homem conta que sua parceira quer dar nome neutro para bebe Ela ameacou nao me dar escolha

O futuro pai desabafou sobre a questão no Reddit, um site onde discussões on-line como essas são comuns. Lá, vários internautas expressaram suas opiniões, tanto contra quanto a favor da escolha da moça.

Um homem falou de sua frustração porque sua esposa grávida insistiu que eles dessem à filha que está para nascer um nome “neutro em termos de gênero”.

Compartilhando no Reddit, uma rede social cheia de relatos como esse, o futuro pai disse que sua esposa estava determinada a evitar nomes “tradicionais” de meninos ou de meninas aos seus filhos, para o caso de eles decidirem fazer a transição de gênero no futuro.

O marido, de 27 anos, disse que, embora adorasse nomes como Juliet, Orion, Violet, Scarlet e Dakota, para sua filha ainda não nascida, sua esposa de 27 anos escolheu nomes neutros em termos de gênero, como Hunter, Scout, Payton, Rory, Morgan e Kai.

Ele disse que a esposa não vai ceder e até ameaçou lavrar a certidão de nascimento do bebê sem sua participação, para que ele não pudesse participar da escolha do nome.

Em seu post, o homem procurou opiniões sobre o caso para saber se estava errado por querer um nome feminino tradicional para sua nova filha. Explicou que ele e a esposa estão juntos há oito anos, dois deles casados. Eles já haviam conversado sobre ter filhos e planejaram para que tudo ocorresse o mais ideal possível. O problema sobre o nome da criança não era um problema até eles descobrirem o sexo da criança. O homem logo colocou na mesa diversos nomes femininos que gostaria de dar à criança, mas a mulher insistiu que eles deveriam colocar um nome neutro, que funcionasse tanto para uma pessoa do sexo feminino quanto masculino, para o caso de a criança se descobrir trans no futuro, para não precisar mudar de nome.

O homem disse que entende o ponto de vista da mulher e que existem ótimas opções de nomes neutros, mas ainda assim gostaria de dar um nome mais feminino à filha. Ele até mencionou para a esposa que a maioria das pessoas trans muda de nome, independentemente de qual seja, mas ela permaneceu firme em sua decisão. E de acordo com o relato do pai, a relação sofreu uma estremecida após a discussão de nomes para o bebê.

A mulher chegou a ameaçá-lo de não estar envolvido no registro da criança, tirando seu nome da certidão de nascimento da filha. Dada essa atitude da esposa, o homem sentiu como se não tivesse escolha sobre o nome da criança.

Alguns usuários do Reddit concordaram que a esposa do homem estava “pensando demais” no assunto, um deles inclusive se identificou como pessoa trans e disse que a mulher estava indo a fundo demais, reiterando que a criança pode crescer e mudar de nome independentemente de qual seja.

Uma pessoa ficou a favor da esposa, dizendo que pensar na criança como trans no futuro era algo bom, pois era uma possibilidade. Para esse usuário, pai e mãe deveriam conversar mais para encontrar um consenso.

Apesar da discussão levantar uma questão, ficou claro pelos comentários que a maioria das pessoas estava do lado do homem que publicou o caso. Até mesmo algumas que diziam entender o que a mãe estava pensando achavam que ela estava exagerando ao limitar a participação do pai da criança na escolha do nome dela.

Uma pessoa disse que a maioria das pessoas trans que conhecia mudava o nome de qualquer forma, fosse ele neutro ou não, pois queriam que a vivência de sua verdade fosse algo completamente novo, com mudanças nas aparências e no nome também.

0 %