Pessoas inspiradoras

Homem de 54 anos encontra a felicidade e supera a depressão vendendo brigadeiro na rua!

Uma história muito especial de dedicação e superação. Vale a pena conferir!



Nunca é tarde demais para se reinventar e buscar uma vida mais feliz, esse é o exemplo que José Humberto Amaral, mais conhecido como Beto, um brasileiro que vive em Pernambuco, tem dado.

Uma reportagem da GRTV mostrou o grande exemplo do homem de 54 anos, que não teve medo de fazer uma grande mudança em sua realidade de vida.

A vida de Beto era como a de muitos de nós. Por 20 anos, ele trabalhou com carteira assinada. Seu último emprego foi como atendente de caixa em uma loja, onde permaneceu por dois anos.


No entanto, o cansaço físico e emocional dessa rotina, além da falta de tempo para si mesmo, fizeram encontrar um novo caminho que lhe permitisse viver com mais tranquilidade, foi então que Beto decidiu trabalhar como autônomo, vendendo brigadeiro na rua.

Ele começou o trabalho antes da pandemia, precisou parar por um tempo, mas logo depois voltou e, dia após dia, vive essa rotina que lhe proporciona mais dinheiro e também melhor sensação de completude com a própria vida.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@betobrigadeiro.

O homem sai todas as tardes de casa com cerca de 100 unidades de brigadeiro, com opções de sabores que variam do tradicional àqueles com frutas.


Primeiro, Beto vende nas ruas do seu bairro e depois direciona as vendas para o comércio de outras regiões onde, além de ganhar seu dinheiro, também faz bastante amizades com seu jeito simpático e atencioso de lidar com os clientes.

Ele também conquistou um novo público: os usuários das redes sociais. Com a ajuda de uma amiga, Beto alimenta a sua conta no Instagram com fotos dos doces, mensagens de reflexão e até mesmo postagens mais descontraídas sobre o seu dia a dia.


 



Ver essa foto no Instagram



 

Uma publicação compartilhada por Beto Brigadeiros Gourmet (@betobrigadeiro)

Além de todos os benefícios que a nova vida lhe proporcionou, Beto também revela que ele foi capaz de deixar a depressão para trás e que hoje vive muito mais feliz, pois descobriu sua verdadeira missão: ser vendedor de rua.

A história desse pernambucano é muito interessante, pois nos faz questionar como nós mesmos temos vivido os nossos dias. Muitas vezes, por uma questão de status, passamos anos num emprego que não nos faz felizes verdadeiramente, e adoecemos um pouco a cada dia, física e emocionalmente.

Beto se libertou de uma rotina limitante para outra que também pode ser cansativa, mas que o faz terminar cada dia com a sensação de missão cumprida.

Que todos nós possamos ter a sua coragem e dedicação!

Compartilhe esse exemplo com os amigos através das redes sociais!

Cansada de fazer tudo sozinha, esposa decide parar de lavar louça e roupa. Marido não colabora!

Artigo Anterior

Salma Hayek, aos 54 anos, revela que não fará cirurgias em seu rosto. Está feliz como é!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.