Comportamento

Supervisor de churrascaria agride a chutes limpador de para-brisa que se sentou na calçada do local

Caso aconteceu em Ribeirão Preto (SP). Entenda!



Uma situação bastante desagradável aconteceu em uma churrascaria de Ribeirão Preto, interior do estado de São Paulo, no último dia 18.

Uma gravação em vídeo mostra o momento em que o supervisor de uma churrascaria que fica localizada Avenida Saudade agride a chutes um homem que estava sentado na calçada do estabelecimento.

O homem trabalha como limpador de para-brisa e estava descansando, com os seus materiais de limpeza, até que o supervisor aparece, começa uma discussão com o homem, e o agride com chutes.


Revoltando com o tratamento recebido, ele se levanta e sai do local.

O vídeo foi gravado por um motorista que passava em frente ao local no momento em que tudo acontecia e decidiu filmar a situação e compartilhar nas redes sociais, e o caso viralizou.

Após o ocorrido e a grande repercussão cobrando atitudes em relação ao funcionário, a Churrascaria Gaúcho da Saudade informou que o supervisor foi demitido após a confusão e que comunicará à imprensa a atualizações do caso.

O homem agredido pelo funcionário foi procurado, mas não chegou a ser encontrado.


Segundo informações apuradas pelo portal G1, não houve boletim de ocorrência para registrar o caso. No entanto, a comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) comunicou a intenção de denunciar o agressor e a churrascaria ao Ministério Público.

Douglas Marques, advogado e presidente da comissão de Direitos Humanos, disse que o ex-funcionário da churrascaria violou muitos direitos do homem. Ele revelou que o agressor cometeu, pelo menos, o crime de ameaça e lesão corporal, além de crimes relacionados ao direito constitucional de ir e vir.

Ele também acrescentou que, na esfera cível, cabe contra ele e a churrascaria uma reparação de danos.


Ouvido pelo G1, o promotor de Justiça, Paulo José Freire Teotônio, disse que considera a atitude do ex-supervisor como “covarde”, e avisou que irá oficiar a Polícia Civil para pedir a investigação do caso.

Teotônio disse que as imagens são chocantes, revoltantes, de uma agressão covarde e trabalhará em conjunto com a polícia para tomar as providências legais cabíveis.

O promotor informou que, segundo as imagens, o agressor pode ter praticado os crimes de constrangimento ilegal e injúria. Sobre a lesão corporal, os fatos ainda serão apurados, já que é preciso um médico para isso.

Teotônio também afirmou que a Promotoria de Justiça Cível será oficiada para apurar eventual dano moral coletivo e para que processar a churrascaria.


Compartilhe o texto em suas redes sociais!

Jovem da Inglaterra acordou após 10 meses em coma. Ele não sabia sobre a pandemia de covid-19!

Artigo Anterior

“Sempre tive o sonho de ter filhos”: primeira travesti no Brasil a se tornar mãe, ao adotar 2 crianças

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.