Notícias

Ao tentar defender a cunhada, homem acabou morto pelo próprio irmão

Sem Titulo 1 52

O caso aconteceu em Anápolis. Segundo informações da polícia, Marcos foi atingido por golpes de faca e barra de ferro.



Infelizmente, mais uma briga entre familiares resultou em tragédia e morte. Com informações do portal de notícias G1, Marcos Adolfo Santos e Silva, de apenas 30 anos, morreu ao tentar defender sua cunhada. O irmão estaria agredindo a mulher e a enteada. Marcos foi golpeado por faca e barra de ferro, à porta de sua casa. O suspeito seria o próprio irmão, que fugiu.

Esse tipo de situação deixou os vizinhos com medo, porque o investigado pode voltar a qualquer momento. O clima é de tristeza, medo e pânico para os familiares porque, além de perder alguém próximo, temem pela própria vida.

A confraternização acontecia com mais pessoas da família, em Anápolis (GO), localizada a 55 km da capital Goiânia. O delegado Fábio Vilela relatou que a festa acontecia na casa de Marcos, onde várias pessoas passaram a noite bebendo. Tudo parecia normal, sem nenhum tipo de confusão ou desentendimento.


Na madrugada, o irmão então teria se alterado ao ouvir algo de que não tinha gostado e ameaçou o irmão e a cunhada. Marcos tentou acalmar os ânimos, procurando dialogar com o irmão, porém nada adiantou. A briga já havia se iniciado.

Quando a enteada viu o padrasto agredindo a mãe, tentou intervir, e ele começou a bater nas duas.

Com a confusão, Marcos tentou defender a cunhada e a enteada das agressões de seu irmão. Ele se enfureceu ainda mais e pegou uma barra de ferro e uma faca e desferiu vários golpes em Marcos, que não resistiu aos ferimentos. Quando a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou ao local, ele já tinha falecido.

O investigado saiu correndo, atrás da companheira e de uma amiga da enteada, mas elas conseguiram fugir. Familiares se esconderam, com medo de o suspeito cometer ainda mais algum crime. O fato aconteceu às 3h30 da manhã; a polícia chegou às 4h30, mas o irmão de Marcos já havia fugido.


O delegado disse que todas as testemunhas do caso já foram ouvidas e o crime continua em investigação. Segundo a Polícia Civil, o nome do irmão não foi divulgado para não atrapalhar as buscas e o processo. Por enquanto, não conseguiram localizar o suspeito.

Comente e compartilhe este texto em suas redes sociais!

Dona de casa foi espancada e morreu após tentar ajudar amiga que era agredida pelo marido, diz filha

Artigo Anterior

Em meio à pandemia, médica recém-formada sofre racismo e sobrecarga em seu 1º ano de carreira

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.