Notícias

Homem é resgatado de casa com água na altura do peito e salva só documentos, em Itabuna (BA)

Homem e resgatado de casa com agua na altura do peito e salva so documentos em Itabuna veja o video
Comente!

Moradores de Itabua, no Sul da Bahia, registram nas redes sociais imagens de resgates dramáticos das vítimas das enchetes que atingem a região desde o sábado. Num deles, um homem é tirado de dentro de casa com água na altura do peito. Nas imagens é possível ver que ele só consegue salvar, e com dificuldade, os documentos dentro de uma carteira.

O caso foi registrado na Rua Marcolina, em Banco Raso, uma das áreas mais atingidas da cidade. O bairro fica perto do Rio Cachoeira, que subiu mais de dez metros o nível d’água. O homem foi resgatado por moradores que estão se mobilizando.

— As famílias desse bairro perderam tudo — conta Karol Silva, moradora de região. — Minhas família está presa no terceiro andar de uma casa. E a situação só piora.

A prefeitura local criou canais de doação de alimentos, fraldas e outros mantimentos. Também fez um apelo público a quem tem motoaquática para ajudar no socorro dos moradores e na distribuição de alimentos.

O número de telefone de emergência da Defesa Civil foi tão acionado que chegou a ficar congestionado. Com isso, um novo canal de comunicação foi aberto pelo telefone 73 98121-9471. Uma conta também foi disponibilizada para receber doações em dinheiro.

A prefeitura também fez uma convocação de profissionais da saúde para dar suporte em pontos de apoio, localizados em oito escolas da cidade.

Na tarde desse domingo, após uma manhã de estiagem, a chuva voltou a ficar mais forte, aumentando o temor da população.

Dores silenciadas: Violência obstétrica atinge cerca de 45% das mulheres na rede pública brasileira; vítimas perdem bebês e ficam com lesões

Com a crise acentuada, neste sábado uma força-tarefa dos governos estadual e federal foi montada em busca de reforço de efetivo, sobretudo de Corpo de Bombeiros, e outros estados foram acionados. Em comunicado, o governador Rui Costa fala em pelo menos 37 cidades submersas. A situação é mais crítica nas regiões Sul e Sudoeste.

— Estamos mobilizando todas as nossas forças. Montamos uma base de apoio em Ilhéus e estamos deslocando reforço de pessoal dos bombeiros, polícia, Defesa Civil — disse o governador. — Estamos mobilizando todos os esforços para socorrer as pessoas atingidas pela água. Nesse momento, o esforço é para retirar todas as pessoas de área de risco, de casas que eventualmente correm risco de desabar e prestar essa assistência inicial, restabelecendo ligação de água, energia, e garantir apoio com cestas básicas.

O estado da Bahia sofre com os efeitos das fortes chuvas desde o fim de novembro, cenário que só se agravou com a chegada do verão. São 72 cidades em situação de emergência, pelo menos 37 completamente alagadas e, desde o início dos temporais, há registro de 18 mortes, de acordo com a Defesa Civil estadual, e 286 feridos com as enchentes. Ainda segundo o último balanço da pasta, até agora são 4.185 pessoas desabrigadas e 11.260 desalojadas — ou seja, precisaram deixar suas casas, mas não requisitaram abrigo.

A estimativa é de que uma população de 400 mil pessoas já tenha sido afetada. O nível do Rio Cachoeira, um dos maiores da região, subiu mais de dez metros, e um grande volume de agua invadiui as principais ruas da cidade de Itabuna, pressionando uma ponte que atravessa o local. Os moradores tememum desmoronamento. O superintendente da pasta, Coronel Miguel Filho, admite que os números mudam a todo momento.

Comente!

Mãe ofereceu bicicleta da filha em troca de frango e acabou recebendo doações para ceia da família

Artigo Anterior

Criança morre após ser atingida por “explosivo” enquanto dormia em casa

Próximo artigo