Homem faz convite do próprio casamento em Braille para amigo deficiente visual



Amigos são aquelas pessoas que fazem de tudo para nos sentirmos especiais, não importa quem somos ou o que estamos passando. Eles mostram a cada gesto que somos importantes em suas vidas, e que sempre querem nos ter por perto.

Recentemente, Lucas Radaelli, um engenheiro de software do Google, recebeu uma grande prova de amizade e amor de seu antigo amigo Christopher.

Com o casamento marcado, Christopher enviou os convites para todos os convidados, mas sabia que Lucas, que é deficiente visual, não conseguiria ler sozinho o que estava escrito. Ele pensou que o amigo deveria ter condições de ler o convite, assim como todas as outras pessoas, e teve uma ideia incrível: fazer um convite todo em Braille para o amigo.

Christopher tomou essa missão para si mesmo. Primeiro, traduziu todo o texto do convite para o Braille. Depois, imprimiu a imagem de como deveria ficar o convite e, uma por uma, foi perfurando as bolinhas com a ajuda de um martelo e um prego.

Claro, não ficou totalmente perfeito, mas Lucas conseguiu ler tranquilamente, e se surpreendeu ao descobrir que o convite tinha sido feito pelo próprio amigo, conforme relata em sua conta no Twitter.

“Liguei para agradecer o convite, confirmar que ia, e confirmar quem tinha escrito pra ele. ‘Eu escrevi. Usando um martelo e um prego’”, escreveu Lucas em um post na sua conta pessoal do Twitter“Essa é a forma mais ineficiente de escrever braille. Essa é a forma mais maneira que alguém já escreveu algo para mim”, completou.

Uma atitude muito especial de Christopher, mas a sua dedicação ao amigo não começou agora. Eles se conheceram ainda na escola e fizeram faculdade de Ciências da Computação juntos. Durante esse período, os dois se ajudavam muito, como explica Lucas:

homem faz convite do próprio casamento2

“A gente estudava junto. Eu tinha mais facilidade com matemática, então eu o ajudava com álgebra e matemática discreta. Ele lia para mim livros da faculdade que eu não tinha acesso em Braille ou em formato digital (…) Então, a gente foi ficando cada vez mais amigo. Nos encontrávamos na aula, mas também depois para tocar guitarra, assistir anime. O Chris leu a legenda de pelo menos 200 episódios de Bleach para mim.”

Christopher até ajudou a socorrer o cão-guia do amigo, que tinha cortado a pata, e levá-lo ao veterinário: “Era sangue para todo lado. Nunca vou me esquecer” (…) “Eu carregava ele alguns metros, e tinha que parar. O Chris carregava ele mais um tanto. O nosso braço tremia, aquele desespero. Mas o Chris ajudou a levar meu parceiro, e hoje ele está super bem”, contou Lucas.

Uma amizade especial como essa é o sonho de todos nós. Deixamos aqui nossa admiração aos dois!


Se você gostou da história, comente abaixo e não deixe de marcar os seus amigos que com certeza fariam o mesmo por você!


Direitos autorais da imagem de capa: Arquivo pessoal/Lucas Radaelli






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.