Notícias

Homem morre após cair dentro de máquina de fazer hambúrguer, em MS

Um mecânico industrial de 37 anos morreu ao cair dentro de uma máquina de fazer hambúrguer, no frigorífico JBS Seara Alimentos, instalado no município de Dourados (MS), a 230km de Campo Grande.



O mecânico Rodrigo Roa Álvares, 37, estava fazendo ajustes na máquina de misturas de carne, na noite do último domingo (29), quando caiu e teve parte do corpo triturado. Ele morreu ainda no local.

Outras duas pessoas trabalhavam no local e não se feriram. São um mecânico e um funcionário da limpeza. Eles não tiveram os nomes divulgados. Um delas já prestou depoimento à polícia, e a segunda o fará ao longo desta semana.

O caso foi registrado como “morte a esclarecer” e está sendo investigado pela 2ª Delegacia de Polícia de Dourados. A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul informou que um funcionário da Seara, que é coordenador de segurança do trabalho, chamou a polícia logo após constatar o ocorrido.


“O mecânico que estava trabalhando no mesmo ambiente, informou que Álvares, ao terminar o trabalho, ligou a máquina e fez uma gravação de vídeo dizendo que tinha terminado, mas que iria fazer uns reajustes. Desligou o equipamento e entrou novamente para fazer um reaperto”, disse a polícia. O mecânico contou que Álvares falou para ele juntar as ferramentas porque ambos já iriam.

Em depoimento, o mecânico que também trabalhava na máquina relatou à polícia que estava embaixo da máquina quando ouviu os gritos de socorro do colega. Ele disse à polícia que ambos realizavam manutenção na máquina, trocando rolamentos e embuchamentos.

O homem contou que estava fechando a tampa quando Álvares, após concluir o serviço, retornou à máquina para realizar outros ajustes e caiu. A máquina trituradora de carnes estava sem a trava de segurança e não se sabe quando e quem tirou a trava.

Álvares trabalhava para a JBS Seara Alimentos e atuava na indústria alimentícia desde 2013. Ele se formou técnico de mecânica industrial no Senai de Dourados. Procurada, a empresa prestou solidariedade à família e confirmou o vínculo empregatício da vítima. Em nota, a companhia alega que a fábrica estava fechada para manutenção e que “a linha de produção permanecerá fechada até a conclusão da sindicância”.


Rodrigo Álvares morava no bairro Parque das Nações I. Ele era casado e tinha três filhos – duas meninas e um menino. Ele gostava de pescar e fazer trilhas com bicicleta nas horas vagas. O colega de trabalho da vítima Jesús Alberto Guerra Alfonzo contou, em uma página do Facebook, que o mecânico estava “arrumando minha máquina para tudo dar certo nesta segunda. Agora, chegar lá sentindo sua falta no setor”, disse o trabalhador, destacando o profissionalismo e a história de vida de Álvares.

“Sua missão na terra já foi cumprida com sucesso. Foi boa sua amizade”, completou. “Rodrigo era um cara muito querido. Ainda não consegui processar essa informação”, disse o colega Sidney Tinoco.

Confira o posicionamento da JBS Seara Alimentos, na íntegra:

“Com muito pesar, confirmamos o falecimento de nosso colaborador Rodrigo Roa Alvares, em 29 de agosto, na unidade de Dourados. Manifestamos nossa solidariedade à família, que vem recebendo nossa assistência e suporte.


A fábrica estava fechada para manutenção e a linha de produção permanecerá fechada até a conclusão da sindicância. Estamos acompanhando e fornecendo todas as informações que possam contribuir com o esclarecimento do ocorrido.”

Recém-casada descobriu que o marido tinha um caso com a mãe, a qual estava grávida dele!

Artigo Anterior

Criança com autismo cai do 2º andar de prédio em Salvador

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.