Pessoas inspiradoras

Homem que cresceu em orfanato vira pai solo após adotar três meninos

Capa Homem que cresceu em orfanato vira pai solo apos adotar tres meninos
Comente!

Ele era um jovem na casa dos 20 anos quando percebeu que queria adotar crianças que passaram pelo mesmo que ele!

Como muitos jovens de 20 anos, Barry Farmer se sentia à deriva, sem saber o que fazer. Ele viu um anúncio procurando pais adotivos e se inscreveu. Tendo crescido em um orfanato, ele sabia como o papel era significativo para as crianças. Mas ele não tinha ideia de que se tornaria um pai solteiro com três filhos, dali menos de 30 anos desde esse ocorrido na sua juventude.

Em entrevista cedida ao veículo Today, Farmer se lembrou de que após falar com a diretora do programa de adoção, ela ficou surpresa com sua maturidade e topou arriscar registrar um homem tão jovem no sistema de adoção. No entanto, embora impressionada, a diretora foi sincera e alertou ao rapaz que um jovem solteiro dificilmente seria a primeira opção para as assistentes sociais designarem as crianças.

Um ano depois de Farmer receber sua licença de pai adotivo, ele conheceu sua primeira colocação – um jovem de 16 anos que estava em um lar coletivo. O adolescente ficou com Farmer por cerca de seis meses, apenas como um lar temporário. Dois meses depois, Farmer recebeu outro telefonema que mudou sua vida.

Perguntaram ao homem se queria tentar a adaptação com outro adolescente ou se eu queria uma criança mais nova, Farmer explicou. Ele então optou pela segunda proposta, um menino mais novo, de 7 anos na época. Barry sabia pouco sobre ele, mas recorda-se de ter assumido que o pequeno seria negro, assim como ele.

Ao conhecer a criança, a surpresa! Barry disse que era a pessoa mais branca que já tinha visto e pensou nas mudanças que essa convivência de etnias diferentes poderia acarretar.

Farmer logo aprendeu, porém, que o menino, Jaxon, queria o que a maioria das crianças deseja: carinho e atenção. O rapazinho adorava abraços e chamava Barry de “pai”.

2 Homem que cresceu em orfanato vira pai solo apos adotar tres meninos

Direitos autorais: Reprodução / Arquivo Pessoal

Eles logo se acomodaram em um ritmo, mas o tempo no lar temporário de Barry passou e Jaxon foi adotado por outro casal. Barry então percebeu o quanto ele sentia sua falta.

Mas a história teve um final feliz! Barry decidiu que queria adotar Jaxon como seu filho e, com 22 anos, o garoto voltou para o lar de Farmer.

Barry lembra-se da sensação de quando adotou Jaxon. Ele explicou que se tornou responsável pela vida de outra pessoa de propósito e que ele e o menino começaram a relação como completos estranhos e, em seis meses construíram um vínculo onde ambos se sentiram confortáveis ​​o suficiente para ser pai e filho.”

Quase imediatamente depois, Jaxon quis expandir a família. Queria irmãos!

Já na volta para casa do dia em que sua adoção foi oficializada, Jaxon perguntou quando teria irmãos. O pai pediu calma ao garoto, mas não demorou muito para que, de fato, a família crescesse!

Em um site de adoção, Farmer encontrou um menino, Xavier, que vivia fora do estado e precisava de uma família. Farmer dirigiu por horas para mostrar a Xavier que ele era digno da confiança do garoto. Como alguém que passou pelo sistema adotivo, Farmer compreendia que as crianças precisavam sentir este comprometimento vindo de quem queria adotá-las e ele estava disposto a mostrar isso o quanto fosse preciso.

A infância de Barry não foi fácil! Ele esteve em um orfanato por anos, até acolhido por uma avó que não conhecia.

O homem disse que sua motivação eram os sentimentos de rejeição por não ter meus pais por perto, mas demostrou gratidão pela avó. Ele reconheceu que ela não precisava acolhê-lo, mas o fez e é neste comportamento que ele espelhou o seu.

Barry diz que não precisa, mas assim como sua avó, quer ser a pessoa que acolhe para outras crianças.

Logo depois de adotar Xavier, o diretor de uma agência de acolhimento entrou em contato com Farmer sobre um menino de 4 anos. Na época, Farmer se sentiu inseguro. Ele tinha acabado de adotar um segundo filho. Ele disse não a princípio, mas acreditou que se fosse para ser, ele receberia um sinal. Poucos meses depois, o diretor ligou novamente para falar do menino, Jeremiah, que precisava de uma colocação temporária.

Barry encarou aquilo como o sinal que esperava e sentiu que o garoto deveria fazer parte da sua família.

3 Homem que cresceu em orfanato vira pai solo apos adotar tres meninos

Direitos autorais: Reprodução / Arquivo Pessoal

Logo depois, Jeremias tornou-se parte da família. Jaxon, o primeiro filho, que agora tem 19 anos; Xavier tem 17 e Jeremiah tem 11. A família gosta muito de viajar, visitando parques de diversões, explorando novas cidades e indo à praia.

Farmer diz que a vida da família é cheia de risadas e com muita união.

Ele inclusive deixa um apelo para que as pessoas considerem mais a ideia da adoção ou pelo menos oferecerem lares temporários para as crianças.
Barry diz que a maternidade ou paternidade solo não é inviável e que cada vez mais pessoas deveriam se inscrever no programa de adoção.

Comente!

Nunca exija que seu filho seja como você o idealizou. Aceite-o da maneira como é!

Artigo Anterior

Menina que vende doces na rua fala 4 idiomas e sonha em ir para a escola e ser veterinária

Próximo artigo