Notícias

Homem não aceita fim há 3 anos, atropela ex, mata atual dela e deixa bebê em estado grave

Ex-mulher está em estado de choque e recebeu atendimento médico. Caso aconteceu no interior do MS.



Com informações do G1, um homem de 51 anos não aceitava o fim de seu relacionamento amoroso. Decidiu atropelar a ex que estava junto de seu atual companheiro e o bebê do casal, de 2 meses de idade.

O crime aconteceu em Rio Verde, interior de Mato Grosso do Sul. Ela não teve ferimentos, mas o atual namorado não resistiu e morreu. O bebê segue internato em estado grave.

A vítima de 36 anos deu depoimento e disse que estava separada do homem havia 3 anos. Mudou-se da fazenda para a cidade, mas ele ainda continuava tentando contato, dizendo que não iria aceitar nenhum outro homem em sua vida.


A mulher continuou o relacionamento com o atual e engravidou. Na última tarde do dia 13, terça-feira, o homem avistou sua ex-mulher andando na rua com um carrinho de bebê, junto de seu namorado. Conforme a polícia, ele acelerou e o carro atingiu as vítimas.

Direitos autorais: Polícia Civil/divulgação.

O impacto fez com que o namorado da mulher fosse arremessado, do mesmo jeito que o bebê, que sofreu múltiplas escoriações ao rolar pelo asfalto. A criança foi transferida para a capital, Campo Grande, com suspeita de traumatismo craniano.

O namorado da mulher não sobreviveu e morreu no local. Ela não foi atingida por estar na parte de cima da calçada. Mesmo não sendo atingida violentamente e estado consciente, recebeu atendimento médico imediato por estar em estado de choque.


Com todas as informações divulgadas, a polícia já sabe onde o suspeito trabalha. Imagens de câmera também compõem a investigação. Pela análise ficou claro para a polícia que o suspeito tinha intenção de atingir o casal e o bebê.

Direitos autorais: Polícia Civil/divulgação.

Direitos autorais: Polícia Civil/divulgação.

Ele foi identificado como Angelo Maria Felix, conhecido como “Lamparina” e já teve sua prisão preventiva decretada. Vai responder por tentativa de feminicídio e homicídio doloso qualificado.


Além disso, uma busca em sua casa foi feita e descobriram arma de fogo. Como a posse era irregular também responderá por esse crime. Comente e compartilhe esse texto em suas redes sociais.

BBB21: “Só quero dar um abraço apertado”, diz pai de Gil, que apareceu 15 anos após renegar o filho

Artigo Anterior

Restaurante recebe pedido no delivery para que seja doado para quem está passando fome

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.