3min. de leitura

Homens bonitos têm maior probabilidade de terem filhas mulheres, segundo pesquisa

Em algum momento da vida, todos já aprendemos sobre genética e os fatores que determinam se uma criança será menino ou menina. No entanto, aparentemente existe mais um critério a ser considerado, a beleza do pai da criança. Curioso não?! É isso o que acredita um psicólogo japonês Satoshi Kanazawa.


Satoshi acredita que os homens bonitos têm maior probabilidade de terem filhas mulheres do que filhos homens.

A teoria do psicológico é baseada na seguinte ideia: a beleza do homem influencia em termos reprodutivos porque a prioridade deles, em qualquer relacionamento, é a beleza das parceiras. Já as mulheres preferem homens mais bonitos para relacionamentos de curto prazo, para ter bons genes para os filhos e outras prioridades, mas quando se trata de relacionamentos duradouros, não se importam tanto com a aparência, preferem estar com parceiros que transmitam confiança e estabilidade. A atratividade física, embora seja uma qualidade universalmente positiva, contribui ainda mais para o sucesso reprodutivo das mulheres do que para o dos homens.

Em um experimento organizado por Satoshi Kanazawa, algumas crianças de 7 anos tiveram sua beleza analisada por alguns peritos, que lhes deram notas. Depois de 45 anos, as crianças, agora adultas, foram novamente contatadas e constatou-se que as que tinham sido consideradas muito bonitas na época, tiveram um número muito maior de filhas mulheres do que homens.

É uma hipótese um tanto incomum, mas se pensarmos bem, faz sentido. Você já tinha considerado esse tipo de conexão?

De qualquer maneira, o mais importante é amarmos nossos filhos, sejam eles homens ou mulheres, e educá-los para que entrem em relacionamentos saudáveis, para que possam formam suas próprias famílias com os valores corretos.


Se você se interessou pelo tema, pode começar a ler as pesquisas de Satoshi aqui.

O que achou da pesquisa? Deixe um comentário abaixo!







Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.