4min. de leitura

HOMENS E MULHERES QUE BUSCAM O AMOR… PORQUE OS SEUS CAMINHOS NÃO SE CRUZAM?

Desencontro: homens e mulheres que buscam o amor e dizem não encontrar. Afinal, porque seus caminhos não se cruzam?


O meu último texto: “Elas gostam mesmo é dos sensíveis” gerou opiniões adversas entre homens e mulheres.

Nos feedbacks recebidos, as mulheres dizem admirar os homens sensíveis e mais do que isto, dizem valorizá-los. Afirmam que é com cavalheirismo e sensibilidade que a mulher merece ser tratada e que características assim as aproximam de um homem.

Por outro lado, homens dizem que mulheres não dão valor a isto, de acordo com suas experiências, e que se agirem com sensibilidade serão interpretados como amigos ou ainda pior, tolos. Homens acreditam que cavalheirismo é algo que ficou no passado, hoje em dia não tem muito valor.


homens-e-mulheres-que-buscam-o-amor-capa-e-dentro

Esse paradoxo é intrigante! Estamos aqui falando de um problema enfrentado por uma parcela, obviamente que quando existe “o encontro”, os caminhos foram cruzados porque o objetivo era comum!


Na nossa reflexão, digo “nossa” porque os convido a refletir comigo e logo lhes direi como, se homens e mulheres dizem buscar o amor, porque seus caminhos não se cruzam, ou quando se cruzam o objetivo parece não ser comum? Como isto é possível? O que está acontecendo com as pessoas? Pois parecem ter uma visão errada sobre o outro ou será que delas mesmas? Pois aquilo que você vê no outro, tem haver com o que ele desperta em você, ou seja, tem haver com você mesmo!

Tentando nos aprofundar mais um pouco, que tipo de pessoas estamos atraindo para nossas vidas através de nossos pensamentos pessimistas? E o medo onde fica nesta história? E as feridas do passado que carregamos na alma, como elas influenciam nossas decisões e comportamento perante novas experiências?

E a falta de experiência, o pré-julgamento, a autoproteção e a expectativa de que o outro nos presenteie com tudo aquilo que esperamos para nossa própria vida? Se não estamos bem conosco, como esperamos que o outro acalente nossos anseios?
Quanto estamos dispostos a abrir mão de nossas próprias vontades para ver alguém feliz?

Amor é escolha, uma escolha diária. O sentimento é o combustível que alimenta essa escolha, enquanto uma pequena chama queimar, vale a pena escolher o amor. Mas hoje em dia tudo parece banal e descartável, por quê?

O tema é complexo e sofre várias influências, idade, experiência, cultura, meio em que se vive, etc…

Enfim, esta reflexão não termina por aqui, ainda busco entendimento e para tanto, você gostaria de contribuir em meu próximo texto?
Deixe seu comentário baseado em suas experiências ou em sua percepção, por que você acredita que há o desencontro?

Obrigada a todos que contribuíram de alguma forma com esta reflexão até aqui!

Fabiana Dainese Mauch





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.