Honestidade em tempos virtuais…

Muitos são os que dizem que a honestidade é matéria rara na vida digital.

Realmente, pode-se ser e vender o que se quiser. Na contramão, pode-se saber e descobrir o que se quiser. Só que mesmo com toda a verdade disponível em poucos cliques, vê-se a toda hora a verdade sucumbir à fantasia. Por quê?



Por que será que uma multinacional com um RH best in class, contrata um alto executivo cujo histórico de abusos verbais é notório e poderia ser descoberto com uma simples pesquisa online? Ou por que será que um ex-funcionário que mente sobre cargos e responsabilidades em seu Linkedin, progride como finalista em um processo importante, sendo que um mero checar de conexões provaria a falácia? Ou, o que explica, em tempos de informação nua e crua, disponível para quem tem algumas qualidades de pesquisa, que um homem ou mulher minta em aplicativos sobre seu estado civil ou situação profissional? Ou ainda, que um candidato desonesto, vença uma eleição. Afinal, está tudo ali na nuvem, no Big Brother online: nome, estado civil, processos, trabalhos, amigos, familiares, discussões, vexames, etc.

A única verdade que me ocorre é que o que nos faz cegos à verdade, é a Esperança ou a Impaciência. Uma das duas impera sobre nossos neurônios, e nos deixamos iludir por aquilo que parece atender nossos anseios.

A esperança do amor, do sucesso ou da vitória. A esperança que nos faz rezar e acreditar no Salvador da Pátria.


A impaciência do problema solucionado que nos incomoda e tira o sono. Descobrir alguém que, mesmo superficialmente, atenda às expectativas e nos dê um respiro.

A Esperança e a Impaciência, sem o lastro da verdade, rapidamente tornam-se um pesadelo. O amor vira ódio. Os subordinados adoecem. Os negócios naufragam.  Deixar que nossas ilusões prevaleçam nunca será a melhor escolha. O caminho mais próspero não é sempre o mais fácil. Pode-se enganar alguns por um tempo. Mas nunca a todos, todo o tempo!


Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.