Pesquisas

Hospital de Israel alega que pode ter achado remédio capaz de curar covid-19 em até cinco dias

Nadir Aber
A medicação criada por Nadir Arber, para tratamento contra o câncer, agora deve passar por mais testes em outros pacientes para descobrir sua porcentagem de eficácia.



Em Tel Aviv (Israel), um hospital alega que encontrou um medicamento capaz de curar a covid-19. Os pesquisadores do Hospital Ichilov anunciaram, no dia 4 de fevereiro, que tiveram 95% de resultados positivos em ensaios preliminares com seus pacientes. As informações foram obtidas através do jornal Yedioth Ahronoth, ligado ao canal estatal local KAN News.

O professor Nadir Arber, do Centro Integrado de Prevenção ao Câncer do hospital, realizou os testes em pacientes que apresentavam a covid-19 em condições moderadas e graves. O resultado que ele obteve com a pesquisa foi uma surpresa: cerca de 95% dos pacientes se curaram da infecção causada pelo vírus usando o medicamento.

De acordo com Arber, o EXO-CD24, nome do medicamento desenvolvido por ele, deve ser tomado uma vez ao dia, durante cinco dias. Essa medicação ainda está em sua primeira fase clínica, e essa foi a primeira vez em que foi testada em seres humanos.


O ensaio foi realizado com 30 pacientes, dos quais 29 mostraram melhora contundente em dois dias e receberam alta do hospital em três ou quatro dias depois da constatação de melhora.

O paciente restante também melhorou mas, de acordo com a unidade de saúde, precisou de mais dias de internação que os demais. Depois desses resultados positivos, o Hospital Ichilov apelou para o Comitê de Helsinque, do Ministério da Saúde, para estender os testes para mais e mais pacientes.

A medicação é ministrada em um inalador e, justamente por isso, tem mostrado efeitos positivos sobre a doença. O EXO-CD24 é uma forma encontrada para acalmar o sistema imunológico do paciente, mas sem prejudicá-lo como um todo. Com a inalação, feita a cada 20 horas, apenas a região pulmonar é atingida, na área mais afetada e que mais recebe o impacto da citocina.

Os médicos estimam que a principal complicação da covid-19 seja o excesso de resposta do sistema imunológico com a doença, que excreta a citocina de forma exagerada, prejudicando as células em volta.


Em Jerusalém, o Centro Médico Hadassah também relatou possível cura. O hospital utilizou Allocetra em 21 pacientes em condições críticas e com doenças subjacentes. De acordo com os profissionais do centro, 19 pacientes apresentaram melhora em seis dias, recebendo alta em oito dias.

Esse remédio foi desenvolvido pelo professor Dror Merovach, que é diretor do Centro de Pesquisa para Reumatologia e Medicina Interna, com o intuito de ajudar sistemas hiperativos que causam secreção de citocinas. Mesmo sendo ministradas com outro propósito, as medicações agora devem ser estudadas mais a fundo, já que se acredita que as tempestades de citocinas podem ser as responsáveis por grande parte do número de complicações e mortes por coronavírus.

O isolamento social em Israel foi suspenso de forma progressiva desde 7 de fevereiro, mas o governo informou que os voos internacionais continuam suspensos até dia 20 de fevereiro, enquanto as fronteiras terrestres permanecem fechadas por tempo indeterminado. Essa flexibilização nas restrições de convívio foram propostas pelo primeiro-ministro e pelo ministro da Saúde, segundo informações do gabinete do chefe de governo.

Vacina 


O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu informou, dia 9 de fevereiro, que cerca de 97% das mortes por covid-19 no último mês foram todas de pessoas que não receberam nenhuma dose do imunizante. No país, mais de 3 milhões de pessoas já receberam pelo menos a primeira dose da vacina. O primeiro-ministro ressalta a importância da vacinação para controlar a propagação do vírus e pede que as pessoas se vacinem para ajudar a salvar vidas.

O que você achou dessa notícia? Acha que a medicação pode ser realmente eficaz?

Compartilhe com seus amigos e nas suas redes sociais!


Costureira de 72 anos, que criou “varal solidário” de máscaras durante pandemia, morre de covid-19

Artigo Anterior

Cão com câncer, que vivia sozinho nas ruas, é resgatado e recebe o amor que sempre mereceu!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.