Notícias

Idosa de 101 anos renova contrato de trabalho até 2025: “Disposição de sobra”

Foto: Instagram
capa fb Idosa de 101 anos renova contrato de trabalho ate 2025 Disposicao de sobra

Depois de 36 anos como prefeita de Mississauga, no Canadá, Hazel decidiu se aposentar, em 2014, aos 93, mas não mostrou sinais de que queria sossego.

Cada indivíduo reúne em si e ao seu redor tudo que gosta de ser e de fazer, cultivando pessoas e programas ao longo da vida que fazem com que se sinta bem. Nem sempre podemos fazer apenas o que gostamos e queremos a todo momento, mas nos certificar de que não estamos sendo rígidos demais conosco é um dos melhores caminhos para manter a paz de espírito e a saúde mental.

Cumprir uma jornada de trabalho, por exemplo, pode ser um sonho ou pesadelo, a depender do ambiente no qual está inserido e se exerce a função com que sempre sonhou. Para muitos, acompanhar o relógio andar se revela um verdadeiro calvário, e existem aqueles que não veem a hora de se aposentar para curtir a tranquilidade de uma vida sem compromissos fixos e inadiáveis durante bons anos da vida.

Mas para Hazel McCallion, de 101 anos, parar de trabalhar nunca esteve no seu projeto, inclusive renovou seu contrato de trabalho como diretora de um aeroporto no Canadá por mais três anos, estendendo-o até 2025. “Hurricane Hazel” (ou “Furacão Hazel”), como é conhecida pelos cidadãos de Mississauga, cidade vizinha a Toronto, capital do país, com cerca de 800 mil habitantes, surpreendeu a todos com o anúncio oficial na mídia internacional nos últimos dias.

Além de diretora, Hazel também é representante federal no conselho de administração da Greater Toronto Airports Authority (GTAA), operadora responsável pelo Aeroporto Pearson, o maior do país. É preciso mais do que saúde para lidar com tanta responsabilidade, é preciso gostar do que faz e não temer críticas, principalmente ao lidar com um dos setores mais estressantes do mercado de trabalho.

2 Idosa de 101 anos renova contrato de trabalho ate 2025 Disposicao de sobra

Direitos autorais: reprodução/ “Hazel: 100 Years of Memories”

Mas não é de hoje que Hazel é considerada “casca grossa”, ela foi prefeita de Mississauga por 36 anos, e só parou porque decidiu se aposentar em 2014, aos 93. Considerada “populista pragmática”, de acordo com o jornal The Guardian, ela mostrou raros sinais de flexibilização ao longo dos anos em que esteve à frente do município.

“Ela era uma populista pragmática e tem uma incrível capacidade de sentir o pulso do público, mesmo antes que o público o sinta”, afirmou o professor de ciência política da Universidade de Cape Breton, Tom Urbaniak. Para saber o que o público precisava e quais eram suas frustrações, ela fazia compras em várias mercearias da cidade, conversando com todos.

3 Idosa de 101 anos renova contrato de trabalho ate 2025 Disposicao de sobra

Direitos autorais: reprodução/ “Hazel: 100 Years of Memories”

Em seguida, utilizava todas as reclamações como pontos principais em seus discursos políticos, sempre construídos de maneira impecável, um dom que todos concordam que ela mantém. Foram 36 anos administrando Mississauga, que era apenas uma “colcha de retalhos agrícolas” e se tornou a sétima maior economia do país.

Ela renunciou em 2014 e endossou os vencedores das duas eleições provinciais mais recentes de Ontário, assim como o primeiro-ministro Justin Trudeau, em sua candidatura bem-sucedida em 2015. Também esteve no centro de escândalos de que supostamente teria violado as leis de conflitos de interesses, além de outra acusação de que um centro de convenções e hotel de luxo teria beneficiado seu filho, que tinha uma empresa cuja participação valia milhões no projeto, mas os casos acabaram arquivados.

“Furacão Hazel”

4 Idosa de 101 anos renova contrato de trabalho ate 2025 Disposicao de sobra

Direitos autorais: reprodução/ “Hazel: 100 Years of Memories”

A caçula de cinco filhos nasceu em Port Daniel (Quebec), em 1921. Ao lado da família, enfrentou a Depressão, depois trabalhou em uma empresa de engenharia de Montreal e jogou hóquei no time profissional. Quando a empresa se mudou para Toronto, ela começou a demonstrar interesse pela política local, inclusive ocupou diversos cargos municipais antes de disputar a prefeitura.

Em 1978, uma época em que poucas mulheres ocupavam cargos políticos de importância no Canadá, ela derrotou um titular que chegou a sugerir que seu gênero era uma de suas maiores fraquezas políticas. Aos 56 anos, foi eleita prefeita pela primeira vez, de Mississauga, adotando o apelido de “Furacão Hazel” em alusão a um furacão de mesmo nome que matou 80 pessoas em Toronto, em 1954.

Ela estava no cargo havia apenas alguns meses quando ficou conhecida nacionalmente por gerenciar uma evacuação em massa de aproximadamente 22 mil moradores, em 1979, por causa de um trem que descarrilou. O evento ficou gravado como o “Milagre de Mississauga”, já que Hazel conduziu de maneira ágil a tragédia da explosão de duas dúzias de vagões transportando produtos químicos perigosos em um cruzamento da cidade.

5 Idosa de 101 anos renova contrato de trabalho ate 2025 Disposicao de sobra

Direitos autorais: reprodução/ “Hazel: 100 Years of Memories”

“Um trabalho deveria ser feito, e eu fiz isso”, disse Hazel ao New York Times, justificando que não houve nenhuma morte e apenas uma pessoa ferida: ela mesma, que torceu o tornozelo enquanto se empenhava em auxiliar nos trabalhos de evacuação da população. Ela acabou conhecida por sua fórmula pragmática de lidar com tudo, receita que se revelou eficaz em muitos momentos.

Como prefeita, também sempre foi considerada intransigente, franca e independente politicamente, nunca tendo concorrido sob nenhuma legenda local. Todas as eleições a que concorreu posteriormente venceu com margens consideradas desproporcionais pela maioria dos especialistas políticos.

O ministro dos Transportes do Canadá, Omar Alghabra, parabenizou a recondução de Hazel ao cargo de diretora da autoridade aeroportuária e explicou que ela já tinha ocupado o cargo anteriormente, quando aceitou a vaga em 2017. “Estou satisfeito que a senhora McCallion aceitou continuar a servir a Greater Toronto Airports Authority. Ela dedicou mais de 40 anos de serviço à sua comunidade e continua a desempenhar um papel importante na supervisão e orientação do maior aeroporto do Canadá”, disse o ministro em nota oficial.

6 Idosa de 101 anos renova contrato de trabalho ate 2025 Disposicao de sobra

Direitos autorais: reprodução/ “Hazel: 100 Years of Memories”

Além de ser uma das prefeitas mais antigas do Canadá, McCallion foi nomeada membro da Ordem do Canadá em 2005, recebeu o título honorário de Doutora em Direito pela Universidade de Toronto, em 2010, e também é conselheira especial da Universidade de Toronto Mississauga desde 2015. Quanta disposição!

0 %