Comportamento

Durante vacinação, idosa entrega bilhete denunciando maus-tratos cometidos pela própria filha

Uma senhora de 85 anos aproveitou o momento de ser vacinada contra a covid-19 para pedir socorro aos enfermeiros do local, suplicando-lhes para ser resgatada.



Infelizmente casos como esse acontecem no mundo todo. É lamentável o que a maldade humana pode fazer com pessoas inocentes. Idosos são alvos fáceis de maus-tratos por depender de cuidados especiais e atenções redobradas.

Quando acontece esse tipo de situação, geralmente o autor da injúria é um membro da família, que fica responsável pelos cuidados do idoso. Também pode acontecer em instituições como hospitais e asilos, com funcionários da área da saúde totalmente despreparados para lidar com pessoas nessas condições.

De qualquer forma, não importa o local, maus-tratos contra idosos são injustificáveis. Mesmo que os cuidadores fiquem sobrecarregados com as funções que precisam desempenhar, jamais devem ter esse tipo de comportamento.


Os tipos mais comuns de maus-tratos incluem abuso físico, psicológico, negligência e financeiro. O abuso físico é aquele em que o cuidador usa da força para machucar ou ameaçar bater.

Empurrões, beliscões, forçar a alimentação, tapas e sacudidas entram nesse grupo.

Maus-tratos psicológicos são aqueles em que palavras duras são proferidas, ofensas, xingamentos e comandos grosseiros, que causam constrangimento emocional e tristeza. Com o tempo, a pessoa abusada psicologicamente se torna passiva, deprimida e desencorajada a viver.

O ato de negligenciar um idoso é privá-lo de comida, medicamentos, higiene e outras necessidades básicas. Mesmo que não haja agressão, é totalmente prejudicial para sua saúde física e mental.


O abuso financeiro é a exploração do dinheiro e posses do idoso. Esse é bem comum, quando o cuidador é da família, pois usa seus cuidados com o idoso para barganhar e pressioná-lo a dividir os bens ou até mesmo convencê-lo de que deve gerenciar seu dinheiro.

Todos os maus-tratos acima deprimem e pioram a saúde dos idosos. Vão se tornando ainda mais frágeis, ficam socialmente debilitados, não querem contar o que sofrem por medo de retaliação ou pelo fato de não acreditarem. Também costumam esconder para não preocupar outros membros da família.

Na Cidade do México, uma idosa que sofria maus-tratos teve a oportunidade de pedir ajuda enquanto estava sendo vacinada.

Com informações da Revista Isto É, segundo a senhora, cujo nome não foi revelado, ela era mantida trancada em casa, em condições deploráveis e humilhantes, pela própria filha.


A equipe de saúde leu o conteúdo que estava no bilhete entregue por ela. Imediatamente acionou os agentes da Secretaria de Segurança e Cidadania, presentes no local.

O casal que acompanhava a idosa era composto pela filha, de 39 anos, e o genro, de 59. O pedido de ajuda foi levado a sério pelos profissionais, fazendo com que ela fosse levada para um local seguro. Tanto a filha quanto o genro foram detidos.

Que a justiça seja feita, para que casos como esse deixem de acontecer.

Deixe sua opinião abaixo e compartilhe este texto em suas redes sociais!


 

Direitos autorais da imagem de capa: Depositphotos.

Ex-atleta paralímpico brasileiro sobrevive fazendo entregas em cadeira de rodas

Artigo Anterior

Após parto, gêmeas que estavam em sacos amnióticos diferentes se abraçam. Muito amor!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.