Notícias

Idosa morta pisoteada por elefante seria membra de grupo de caçadores que teria matado um filhote

Foto: Pexels
elefantesite

Um elefante de Odisha, na Índia, se revoltou contra uma caçadora e a pisoteou até a morte. Dias depois, ele atacou o funeral da mulher de 70 anos e destruiu a casa dela.

De acordo com apurações dos veículos de mídia indianos, a idosa morta se chamava Maya Murmu. Ela atuava como caçadora e havia ido buscar água quando acabou sendo pisoteada pelo animal.

Mulher membra de grupo de caçadores, diz reportagem

De acordo com os relatos da polícia local, a mulher foi levada ao hospital e não resistiu aos graves ferimentos causados pelo pisoteamento. Dias depois, durante o funeral de Maya, o elefante voltou acompanhado de uma manada de 10 animais e pisoteou o caixão de Murmu.

5fbe27ce 700

Direitos Autorais: Reprodução

Outras duas pessoas ficaram feridas. “Ficamos aterrorizados depois de testemunhar a manada de elefantes na quinta-feira à noite. Nunca tivemos um bando de elefantes tão feroz antes”, disseram testemunhas à imprensa indiana.

Uma apuração da TV de Odisga indicou que a mulher fazia parte de um grupo de caçadores que matou um filhote do elefante. Confira as ruínas da vila de Raipai, onde ocorreu o funeral, após o ataquee dos elefantes:

0 %