publicidade

A ilusão do coração partido…

Hoje pensei em escrever algo sobre corações partidos. Porque eles se partem tanto e por quais motivos? E por que procuramos saber sempre o porquê ou por quem, se a tristeza é sempre igual: profunda e infinita?

E por que achamos que o nosso sofrimento é sempre maior que o dos outros?



Sempre achei que o que diferencia as pessoas é a capacidade que elas têm de parar de chorar. Sim, por que motivo para chorar todos têm. Porque quando nosso coração é partido por alguém dói tanto que achamos que nunca vamos nos recuperar. Mas, a boa notícia é que sempre nos recuperamos.

E quanto mais cedo nos recuperarmos melhor para nós. Nada é para sempre e nenhum sofrimento é maior que o outro. Todo sofrimento é igual. O que diferencia um sofrimento do outro é seu titular. Quando o sofrimento é nosso, tendemos a achar que o nosso é maior que o dos outros. Engano nosso: a única diferença é que o nosso podemos controlar, o dos outros não.

Uma vez eu estava sofrendo muito e não sabia como resolver um problema e fui conversar com uma prima muito querida e amiga, achando que ela iria resolver meu problema para mim. E ela me consolou, orientou e me deu o melhor conselho que eu já ouvi até hoje na vida. Ela disse: ninguém vem lhe salvar! Você terá que fazer isso sozinha! Foi o melhor conselho que eu ouvi de alguém até hoje! E eu nunca me esqueci desse valioso conselho. E ela realmente tem razão, pois, nunca na minha vida, até hoje, alguém veio me salvar. E eu continuo vivendo, sem a ajuda de ninguém, e bem!


Existe um filme que se chama “Brilho eterno de uma mente sem lembranças” que conta a história de uma moça que termina o namoro e que procura um psicólogo que tem o poder de fazer apagar a pessoa amada da memória para sempre.

É um filme de ficção que fala muito sobre como as pessoas deveriam agir para esquecer o amor do passado. Mas que na verdade ele mostra como as pessoas ainda acreditam na magia do amor.

No final do filme a moça que não se lembrava do ex-namorado  acaba se envolvendo com ele de novo, por causa da memória afetiva que não foi apagada. Em outras palavras, ela se envolve de novo com o mesmo namorado, sem saber que o conhecia, porque ela tinha os mesmos padrões psicológicos no seu subconsciente. E o que era ficção, torna-se realidade.

Por que na vida é assim: a gente sempre comete os mesmos erros e sempre procura o mesmo tipo de pessoas para se relacionar. Então, se é assim, significa que não adianta chorar o amor perdido, por que ele vai se repetir com outra pessoa.

Então, não chore por muito tempo, não, porque, mais cedo ou mais tarde, você vai achar outro amor igualzinho. E a ficção se torna realidade!


E essa repetição de padrão é muito romântica no filme, porque na realidade é uma burrice das grandes! Pois, se o padrão que se repete só causa sofrimento, então devemos mudar o padrão e corrigir os erros a fim de evoluirmos. E insistir no mesmo erro, na vida real, é pura perda de tempo! E o tempo urge, meu amigo! Não temos tempo suficiente de repetir os mesmos erros… precisamos mudar.

E a mudança é muito difícil. Dá trabalho, causa stress, solidão, novas atitudes, coragem e o mais difícil: determinação. Precisamos ter mais determinação quando se fala em mudança. Ou seja, precisamos ter atitude. Querer mudar é fundamental e ter coragem é mais ainda. Não podemos ter novos resultados se não mudamos de atitude!

Por último, aqui vão dois conselhos para aqueles que acham que o seu sofrimento é maior que o dos outros e que não acaba nunca: ninguém virá salvá-lo e, quanto mais rápido você parar de chorar e começar a mudar, melhor! Por que viver é a arte de se recuperar das quedas e, descobrir novas alternativas.

Então, pare de chorar e faça alguma coisa útil, não para você, mas para aquele que está sofrendo mais que você. Por que sempre tem alguém sofrendo mais que você, basta olhar para os lados, para descobrir quem.

___________

Direitos autorais da imagem de capa:  jajiang / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.