Notícias

Invasão russa: pai ucraniano chora ao se despedir da filha

Invasao da Russia capa

Cenas comoventes tomaram conta do noticiário e das redes sociais desde a última quinta-feira (24), quando teve início o ataque russo contra a Ucrânia. Uma delas é de um pai ucraniano, que foi registrado aos prantos ao se despedir da filha. A menina e a mãe se preparavam para deixar o país e se protegerem da guerra.

No vídeo, o homem abraça e beija a filha e a esposa antes de elas entrarem e partirem em um veículo que as levará para fora do país. Ambos choram.

De acordo com a imprensa internacional, homens entre 18 e 60 anos, que podem lutar pelo país, foram impedidos pelo presidente Volodymyr Zelensky de deixar a Ucrânia. Eles deverão se juntar aos militares, a fim de defender o país contra a invasão comandada pelo presidente russo, Vladimir Putin.

Nossos militares precisam do seu apoio e apoio do nosso povo. Nós temos um exército de pessoas poderosas e nosso povo também é poderoso. Os militares estão engajados em uma luta pesada combatendo ataques em Donbas, no Norte, no Leste e no Sul“, declarou Zelensky no pronunciamento realizado nesta quinta-feira (24). “Nós temos armas para defender nossa soberania e cada cidadão deverá decidir o futuro de nosso povo”, acrescentou.

O presidente ucraniano reforçou que qualquer pessoa com experiência militar, e que puder contribuir na defesa da Ucrânia, deve procurar os centros do exército nas cidades. Segundo informações, as armas já estão sendo distribuídas entre os cidadãos ucranianos.

Além de convocar a população para lutar ao lado das forças armadas, Zelensky também pediu doações de sangue aos militares feridos.

Veja o vídeo:

0 %