publicidade

Já lhe pediram um tempo? deixe ir… e dê um tempo para você também

Quando pedi um tempo, não queria o céu, o sol, a chuva, as estrelas ou a lua para mim. Queria simplesmente, as horas de um relógio.

Já lhe pediram “um tempo”? Esta pergunta pode pegar muita gente de surpresa e, caso isto aconteça, esteja preparado para a situação. “Pedir um tempo” é algo subjetivo e envolve o próprio prazo em que uma relação se encontra ou foi construída.



Pode soar como o término de um relacionamento ou também o início de algo que pode vir a ser melhor para si ou para ambos.

Diante de tal circunstância, escute tudo (se for explicado a razão) ou, quando a frase se encerrar na “exclamação” e você perguntar o “porquê” (e aqui, não souber o motivo), não se preocupe, deixe o tempo – pedido ou perdido – passar, pois só ele mesmo lhe trará respostas.

O prazo pode ser de uma semana, um mês, ou dias predeterminados. Encare com coragem e respeito a posição do outro e deixe fluir pensando positivamente no que poderá vir a ser melhor para ambos.


Não tente achar os milhares de porquês. Às vezes, nem mesmo a pessoa que pediu sabe, ou mesmo tem uma precaução ou falta de coragem para falar, para sinalizar o que não está indo bem.

Ao invés de dar um ponto final, neste o caso, prefere usar as reticências. O ponto final é objetivo, direto, corajoso. As reticências aqui trazem incertezas, o medo de machucar, ou um período para repensar sobre a vida.

Seria menos angustiante que esse pedido não fosse feito. O ser que pronunciar tal afirmação ou pergunta, poderia repensar anteriormente e dar um período a si mesmo, antes de ditar para alguém.

O “pedir um tempo” é avassalador, reflexivo e sutil. Mas há pessoas que fazem isso para analisar melhor seus sentimentos, expectativas, planos, valores. Então, deixe ir.


Para este fato, o tempo é melhor remédio que um médico não pode prescrever. Respeite cada dia e noite, seja seu ou do outro, e aproveite para fazer o mesmo: dê tempo para você também.

Mas fique ciente que o tempo não tem um dono, não para e não espera por ninguém. Ele é único e exclusivamente seu. Use-o, até quando o relógio do seu coração despertar.


Direitos autorais da imagem de capa: wallhere.com / 589624

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.