publicidade

Já que quem procura acha, procure sempre o bom em sua vida!

Vamos reforçar o ditado: “Quem procura acha”?

Como nossa vida está passando? Pare três minutos e pense no último ano. Você alcançou o que queria? Você planejou ou pensou no que queria? Por vezes os dias passam e a gente segue junto apenas…já aconteceu com você?



Já aconteceu de fazer algo no piloto automático apenas esperando algo? Uma segunda para começar a dieta, as férias para fazer tudo o que não consegue fazer quando está trabalhando.

Veja esta história com atenção e com o coração!


Já fez como o pescador? Essa história se encaixa na sua vida ou se encaixou em alguns momentos? Pois é! Não é legal, não é?

Vamos ao caminho das pedras então…O que fazer para ser diferente ou ter uma história de final diferente?

1 – Já que quem procura acha, procure sempre o bom na sua vida. Cultive as emoções positivas, apreciando os momentos, aprendendo com eles, sentindo gratidão e reconhecendo tudo o que é bom e faz crescer.

2 – Reconheça e aprenda com os momentos onde as emoções negativas estão mais presentes, afinal como diz Tal Bem-Shahar, “quando não permito as emoções negativas fluírem em mim, também não permito as emoções positivas fluírem em mim.” Mas, sempre intensifique as positivas, pois pessoas que experimentam mais emoções positivas são mais criativas, são mais generosas, têm energia, motivação, são mais produtivas, têm uma imunidade muito melhor, seus relacionamentos são mais saudáveis.


3 – Viva no momento presente. Preste atenção a cada detalhe de sua vida, afinal, cada detalhe bem cuidado agora delimita seu futuro e seu passado.

Helen Keller, escritora norte-americana, desde os 19 meses ficou cega e surda. Ela se tornou famosa pela sua luta pelo bem-estar das pessoas portadoras de deficiência e nos dá um conselho: “Eu que sou cega posso dar uma sugestão àqueles que veem, usem seus olhos como se amanhã fossem perder a visão. E o mesmo se aplica aos outros sentidos. Ouça a música das vozes, o canto dos pássaros, os possantes acordes de uma orquestra, como se amanhã fossem ficar surdos. Toquem cada objeto como se amanhã fossem perder o tato. Sintam o perfume das flores, saboreiem cada bocado, como se amanhã não mais sentissem aromas nem gostos. Usem ao máximo todos os sentidos, gozem de todas as facetas do prazer e da beleza que o mundo lhes revela…”

Uma reflexão simples e profunda! Espero que você eleja uma coisa e comece agora a praticar.

Após sentir a diferença e transformá-la em um hábito, leia novamente, pegue outra…e outra…dê tempo para florescer cada semente…


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: rawpixel/123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.