Comportamento

No Japão, estação de trem foi mantida para que uma única aluna pudesse ir para a escola

Foto: Reprodução
Japao manteve linha de trem para que uma unica passageira conseguisse ir a escola

A estação de trem Kyu-Shirataki permaneceu funcionando e pegava apenas uma única jovem, uma estudante que ia para o ensino médio todos os dias.

Na ilha de Hokkaido, no Japão, a empresa que opera a rede ferroviária do país decidiu manter uma estação de trem em Kyu-Shiratake aberta para que apenas uma única passageira a utilizasse. Kana Harada estava cursando o ensino médio, e utilizava a estação como ponto de embarque para ir à escola, que ficava a 35 minutos de sua casa.

A estação de trem, de acordo com tabloides estrangeiros, era subutilizada, e já não compensava mais para a empresa manter aquela linha de trem, já que poucos passageiros embarcavam. Porém, os pais de alguns adolescentes que estudavam na mesma escola decidiram entrar em contato com a Japan Railways, pedindo que eles mantivessem a linha para que seus filhos não precisassem se deslocar distâncias ainda maiores para conseguir pegar outro transporte.

Em 2015, a notícia do trem que embarcava apenas uma única garota rodou o mundo, e muitas pessoas passaram a conhecer a estação de trem de Kyu-Shirataki, e a jovem que conseguia ir para a escola diariamente por conta da decisão que o governo e a empresa tomaram em conjunto. Para os cinéfilos, a história lembra e muito os filmes de Hayao Miyazaki, mas a verdade é que o grupo que opera a rede ferroviária tomou a decisão de manter o trem até março de 2016, quando Kana Harada e seus colegas se formariam no ensino médio.

Na época, muitas pessoas nas redes sociais tiraram o chapéu para a decisão, que colocava em primeiro lugar a educação, mostrando que existem opções que podemos fazer pensando no bem-estar de nossa população. Uma seguidora chegou a dizer: “Este é o significado da boa governança, penetrando até o nível de base. Todo cidadão importa”.

Japao manteve linha de trem para que uma unica passageira conseguisse ir a escola 1

Direitos autorais: Reprodução

Mas a baixa quantidade de passageiros de trem apenas reflete uma parte dos problemas que assombram o país, que enfrenta uma série de crises nos últimos anos. O envelhecimento populacional, as ameaças de perder um terço da população até 2060, excedente de moradias vagas e uma queda na força de trabalho, acabam atingindo em cheio o sistema ferroviário e outras áreas econômicas do país.

Além disso, a alta tecnologia que o país investe, com os trilhos de alta velocidade e os trens-bala, acabam tornando cada vez mais obsoletas as ferrovias antigas e de pouca tecnologia. De acordo com a Fortune, a estação Kyu-Shirataki fica na zona rural de Hokkaido, que perdeu mais de 20 linhas ferroviárias nas últimas décadas.

Japao manteve linha de trem para que uma unica passageira conseguisse ir a escola 2

Direitos autorais: Reprodução

Assim que Kana Harada se formou aos 18 anos no ensino médio, no início de 2016, o compromisso da empresa estava mais do que cumprido. A única passageira da estação foi atendida com sucesso, assim como os outros estudantes que usavam a mesma linha, mas em paradas diferentes. Dessa forma, a Japan Railways fechou a estação de trem, oferecendo um final agridoce para a história que beirava o impossível e o fantasioso.

Em entrevista à Business Insider, a jovem declarou que passou os últimos três anos de sua vida utilizando aquele trem, e que a presença daquela estação tinha se tornado algo que sempre dava como certa. “Eu me sinto triste em pensar que isso vai desaparecer”, disse Kana pouco antes da empresa fechar a estação. Durante esses três anos, os trens atenderam a estação de Kyu-Shirataki apenas uma vez pela manhã, justamente para buscar Harada, e outras poucas vezes pela tarde, para deixar outros passageiros.

Japao manteve linha de trem para que uma unica passageira conseguisse ir a escola3

Direitos autorais: Reprodução

Duas outras estações foram fechadas na mesma época, Kami-Shirataki e Shimo-Shirataki, que viram o encerramento também por conta do baixo número de passageiros. No mesmo mês, o Japão estreou o primeiro serviço de trem-bala na ilha de Hokkaido, com ingressos que se esgotaram em questão de minutos. O trajeto é comentado por todos: o trem passa pelo túnel submarino de Seikan – considerado um dos mais longos do mundo – e conecta a ilha a partes do continente do país.

2 No Japao estacao de trem foi mantida para que uma unica aluna pudesse ir para a escola

Direitos autorais: Reprodução Twitter/ @foxnumber6

Os mais saudosos, nostálgicos e apegados ao passado acabaram lotando algumas estações que estavam para ser fechadas para tirar algumas fotos. Ainda que a tecnologia seja um dos maiores orgulhos japoneses, muitos fazem questão de honrar o passado, e explicam que a estação de Kyu-Shirataki, por exemplo, tinha sido construída em 1900, para ajudar as crianças a chegarem mais rapidamente às escolas.

No dia do fechamento, vários moradores estavam no local, empunhando faixas em agradecimento aos anos em que a estação de trem ajudou e serviu à população, mas também torcendo por um futuro mais tecnológico e inclusivo.

0 %