3min. de leitura

Jesus, Mestre dos Mestres, agradecemos os vossos sábios e inabaláveis ensinamentos!

Jesus: o Mestre dos Mestres, conforme Augusto Cury.


Conforme o psiquiatra e reconhecido escritor Augusto Cury, Jesus, Mestre dos Mestres, foi (e ainda é), “o maior educador da história”.

A inteligência de Cristo é fascinante e ultrapassa qualquer conhecimento humano mais avançado.

Jesus, não intencionando, jamais, ser o centro das atenções, tornou-se o brilho terrestre que se propagou pelos milênios que se passaram após o nascimento Dele, como humano, neste planeta.


Ainda, conforme Augusto Cury, o Mestre dos Mestres “foi capaz não só de abalar os alicerces do pensamento como de alterar para sempre a trajetória da humanidade”.

O mundo tanto necessita aplicar os ensinamentos do Grande Mestre, na vida cotidiana, nas escolas, faculdades, cursos em nível mais especializado e, em todos os momentos, quando a inteligência emocional deverá imperar.


A sociedade necessita, antes de especialização técnica, de um maior aprimoramento no campo emocional e na contenção de condutas impulsivas e, portanto, impensadas.

O Mestre dos Mestres, ensinou aos humanos a saberem o momento certo para falar e, principalmente, para se calar; também ensinou mais a perdoar, do que punir; mais compreender, do que julgar; a não ostentar e ser mais humilde.

Como o Grande Mestre, os humanos poderiam optar pela convivência com o brilho vital dos desprovidos de condições financeiras, pois estes conhecem e reconhecem a importância do que realmente tem valor, em solo terrestre, no qual muitos, muito pobres, possuem somente muito dinheiro.

Também, como o Mestre dos Mestres, os humanos poderiam mais optar em serem eloquentes com as atitudes e com os exemplos sólidos e não somente com belas palavras, ditas em alto tom de voz, mas que se transformam em poeiras levadas ao vento, que se dispersam e que nada concretizam.

Os humanos ainda têm muito a desenvolver a inteligência emocional e muito a aprender com o Mestre dos Mestres, de forma a serem mais amáveis, caridosos, agradecidos e menos bajuladores.

O Mestre dos Mestres nos visitou na condição humana e, como nosso Professor da Vida, tenta nos ensinar a sermos verdadeiramente humanos.

Mestre dos Mestres, agradecemos os vossos sábios e inabaláveis ensinamentos!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Sedmak/123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.