Notícias

Joaquim Phoenix diz que não vai forçar seu filho a ser vegano

O ator Joquiam Phoenix deu uma entrevista ao jornal The Sunday Times, neste domingo (6), onde disse que não vai forçar seu filho a ser vegano como ele, que é um ativista pela causa.



“Bem, certamente espero que [ele seja vegano]. Mas eu não vou impor minha crença ao meu filho.”

Phoenix e sua esposa, a também atriz Rooney Mara, tiveram um bebê em setembro do ano passado que se chama River. Na entrevista, ele ainda afirmou que não acha certo forçar a criança, pois acredita na educação. “Eu não acho isso certo; vou educá-lo sobre a realidade.”

“Não vou doutriná-lo com a ideia de que o Mc Donald’s tem um Mc Lanche Feliz, porque não há nada de feliz nessa refeição”, destacou.


“Não vou dizer a ele que não há problema em ler livros sobre todos os maravilhosos bichinhos de fazenda, e eles dizem ‘Oink oink oink’ e ‘Moo moo moo’, e não dizer a ele que hambúrguer é isso.”

Em uma entrevista ao site VegNews no ano passado, Phoenix já havia dito que acredita na conscientização das pessoas sobre a violência que os animais estão sujeitos e que o instinto natural das crianças é de cuidar dos animais.

“As crianças provavelmente fariam a escolha de ser veganas se não fossem encorajadas a fazer o contrário. Quando pais carnívoros criam seus filhos para comer carne, há uma desconexão natural entre os animais que veem nos filmes e os animais que têm como companheiros e os animais que são ensinados a consumir”, destacou Phoenix.

“Quando você vê‘ vacas felizes ’em uma fazenda em uma caixa de leite, você está enviando uma mensagem clara de que está tudo bem com o que está acontecendo. Mas isso não é representativo ou indicativo de como suas vidas realmente são. Então, não tenho certeza de qual é o equilíbrio. Essa decisão pessoal é entre um pai e seu filho, mas acho que temos que ser honestos e lutar contra a desinformação que existe por aí sobre um produto que usamos para alimentos e bebidas.”


Certamente, River terá todas as informações necessárias para adotar o veganismo. “Se você apenas mostrasse a verdade, a maioria das crianças diria:‘ Não quero fazer parte disso ’”, disse Phoenix.

Ativismo pelo veganismo

Joaquin Phoenix foi vencedor do Oscar de 2020 na categoria de melhor ator por seu trabalho no filme Coringa. Na ocasião, ele fez um discurso contra qualquer tipo de exploração de animais ou de pessoas.

“Seja falando sobre desigualdade de gênero, racismo, direitos dos LGBTs, dos indígenas ou dos animais, estamos falando sobre lutar contra a ideia de que uma nação, uma raça, um gênero ou uma espécie tem o direito de dominar, controlar, usar e explorar outros sem impunidade. Acredito que nos desconectamos demais do mundo natural e nos sentimos culpados por ter uma visão egocêntrica”, disse Phoenix ao subir ao palco, em Los Angeles.


Em dezembro do ano passado, o ator lançou um documentário voltado para o incentivo ao veganismo. O artista atuou na produção-executiva de Gunda, que conta a história de uma porca e seus filhotes, cujo destino é o matadouro.

Caike Luna, ator que fazia o Cleitom de “Zorra Total”, morre aos 42 anos

Artigo Anterior

Caio Ribeiro justifica decisão de esconder dos filhos que está com câncer: “Somos muito grudados”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.