Animais

Jogada para fora de carro e acuada pelo trânsito, cadelinha conhece a felicidade ao ser salva!

O antes e o depois dessa cadelinha é uma prova das mudanças que o amor humano pode fazer em um animal. Confira!



Todos nós já encontramos pelo menos um cãozinho na rua, sem amigo, amor ou abrigo, lutando para sobreviver. Fizemos o que podíamos para ajudá-lo naquele momento, seja através de um carinho ou alimento, e muitas vezes sentimos os nossos corações apertados por não poder levá-los para casa.

Na maioria das vezes em que nos deparamos com essa situação, pensamos apenas na difícil realidade que esses animais enfrentam dia após dia, mas nem sempre consideramos como eles foram parar nas ruas, o que pode ser tão cruel quanto sua situação de vida no momento.

Enquanto muitos cães já nascem nas ruas e precisam aprender desde muito novos a como se alimentar e cuidar de si mesmos sem apoio, outros são colocados nessa situação e passam por muitas dificuldades de adaptação ao sair de uma casa para o meio do “nada”.


Esse é o caso de Elli, uma cadelinha que passou por maus bocados quando tinha apenas 3 meses de vida. Segundo contado pelo The Dodo, ela foi jogada para fora de um carro, de uma bolsa, e acuou em um canto de uma estrada bastante movimentada.

Apavorada com a situação, ela mal se mexia, tremia pela insegurança causada pela falta da família e a solidão naquele lugar que não conhecia.

Direitos autorais: reprodução/The Dodo.


Sua história poderia ter sido muito diferente se Elli não tivesse sido encontrada por uma voluntária da ONG animal Mission Paws’ible. Ao perceber a situação da cadelinha, ela chegou aonde ela estava e tentou resgatá-la.

No começo, Elli latiu para ela, bastante assustada, mas depois que a mulher lhe deu um pedaço de lasanha, elas conseguiram estabelecer um vínculo de confiança, que permitiu o salvamento.

A mulher, que já tinha muitos animais em casa, ligou para uma amiga perguntando se podia ficar com ela, e Elli permaneceu no local até que pudesse ser encaminhada a um lar definitivo, onde seria amada e cuidada.


Direitos autorais: reprodução/The Dodo.

A cadelinha passou cerca de três meses no lar temporário, aprendendo a socializar e a voltar a confiar nos humanos, até que a proprietária ideal apareceu, Maria, que lhe apresentou um novo lado da vida, convencendo-a de que os humanos valem a pena.

Direitos autorais: reprodução/The Dodo.


Hoje Elli tem um lar de verdade, com uma família que a ama como ela é, e jamais precisará passar pelos mesmos sofrimentos de antes. Que o seu final feliz se repita para todos os cãezinhos que sofrem nas ruas!

Depois de ouvir que foi “criado para ser preto e pobre”, menino ganha estudo e reforma de casa!

Artigo Anterior

“Você tem o direito de ser feia.” Em vídeo que viralizou na web, mulher defende a autoaceitação

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.