publicidade

Jovem africano superou pobreza, conquistou diploma e trabalhou em Harvard!

Algumas pessoas realmente viram o jogo a seu favor, e Desmond Jumbam certamente é uma delas!



Hoje trazemos uma história de uma pessoa verdadeiramente inspiradora, que teve uma vida difícil, mas foi capaz de superar todos os obstáculos e construir uma carreira de muito sucesso e felicidade para si mesmo.

Desmond Jumbam nasceu em Yaoundé, capital de Camarões, na África, e desde pequeno foi acostumado aos desafios da vida. Em entrevista ao LADbible, ele contou sua história.

Direitos autorais: reprodução.

Jumbam foi criado por mãe solteira, que trabalhou muito para criá-lo. Ela era faxineira, costureira e cozinheira para uma organização missionária, e assim conseguiu ingressar o filho nas escolas primária e secundária de Yaoundé.


O jovem conta que nem sempre foi fácil, mas que teve a melhor educação possível. Em 2010, ele foi para os Estados Unidos, para fazer uma faculdade comunitária, com dinheiro para pagar apenas as mensalidades de um semestre, através de um empréstimo feito pelos pais.

Após conseguir um emprego como tutor, receber ajuda da família, amigos e bolsas de estudo, ele conseguir se no país, onde conquistou uma licenciatura em ciências biológicas pela Taylor University e uma pós-graduação acadêmica em Saúde Global pela University of Notre Dame.

Jambum, que atualmente é consultor de política na Operation Smile, uma organização sem fins lucrativos sobre lábio leporino e palato, também passou três anos trabalhando na Harvard Medical School no Programa de Cirurgia Global e Mudança Social como assistente de pesquisa, analista de políticas de saúde e coordenador de projetos.


Ele conquistou grande admiração entre os internautas depois de compartilhar no Twitter uma foto da casa onde cresceu em Camarões, ao lado de sua carteira de identidade da Universidade de Harvard.

Direitos autorais: reprodução Twitter/@desmondtanko.

A imagem foi publicada no último dia 11 de outubro e já teve mais de 2,4 milhões de curtidas e 236 mil compartilhamentos. Ele também recebeu muitas mensagens de apoio e incentivo, além de outras pessoas que também compartilharam suas próprias histórias com ele.

No entanto, mesmo tendo conquistado tanto nos Estados Unidos, ele não permaneceu por muito tempo por lá. Recentemente Jambum retornou a Camarões para implantar colocar seus ensinamentos e habilidades em prática em seu país.

Na entrevista, o jovem explicou que chegar em Harvard nunca foi um sonho ou um objetivo, até porque nunca tinha ouvido falar da Universidade. O que ele realmente desejava era encontrar o melhor caminho para adquirir habilidades que lhe permitissem evoluir os sistemas de saúde, e a saúde das pessoas em seu país e na África como um todo. Harvard foi um caminho para ele alcançar esse objetivo.

Como uma forma de aconselhar outras pessoas que estão no mesmo caminho, Jambum foi bastante verdadeiro em suas palavras. Ele disse que evita conselhos clichês como como ‘não desista’ e ‘siga seus sonhos’, e que qualquer pessoa com grandes sonhos precisa antecipar adversidades pela frente.

Jambum também acrescentou que é muito importante trabalhar duro e de forma inteligente, especialmente aqueles que fazem parte de comunidades desprivilegiadas, mas que, como mostra sua história, é totalmente possível.

O jovem africano espera que sua história inspire crianças de origens pobres, e como um dica final, orienta a todos a se cercarem de amigos que te inspiram, acreditam em seus sonhos, e querem o melhor para você.

Que história incrível, não é mesmo?! A dedicação da Jambum em voltar para casa e usar suas habilidades para melhorar a vida das pessoas de lá mostra que seu coração é de ouro, e que seus valores estão muito corretos.

Comente abaixo o que achou de sua história e compartilhe este texto com os amigos em suas redes sociais!

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.