Comportamento

Jovem de 22 anos defende que o “namorado perfeito” paga todas as contas e sempre serve o vinho!

Foto: Reprodução
capa site Jovem de 22 anos defende que o namorado perfeito paga todas as contas e sempre serve o vinho

Dentre as principais “regras”, estão nunca pagar por uma refeição, não servir o próprio vinho e evitar homens que se vestem mal.

O ideal de relacionamento amoroso está muito longe de existir, mas as redes sociais acabaram popularizando determinados conteúdos que insistem em oferecer dicas, regras e passos para um bom casamento, encontrar o homem dos sonhos ou manter um matrimônio por tempo considerável.

Com exceção de terapeutas, poucos indivíduos podem ditar regras sobre relacionamentos, principalmente quando nem sequer possuem formação para isso. Enquanto para alguns a chave do sucesso para uma vida a dois está na autonomia e na liberdade, para outros pode ser o oposto. Esse é o caso de Leaha Ureel, de 22 anos, que sonha em ser dona de casa, e faz questão de deixar isso claro em seus envolvimentos amorosos.

Casada com Alan Ureel, um ano mais velho, ela disse em entrevista ao Mirror que os dois chegaram a terminar o namoro quando disse que queria ser sustentada e ser dona de casa. Na ocasião, o rapaz ainda não tinha um emprego capaz de bancar os dois, mas Leaha conta que ele correu atrás, “elevou os padrões”, inclusive se casaram numa cerimônia no Hawaii, no ano passado.

Agora Leaha usa seu perfil no TikTok para mostrar o dia a dia de uma dona de casa de 22 anos, além de dicas de como encontrar o “namorado perfeito”. Para ela, o homem precisa ser capaz de prover um lar, oferecendo inclusive jantares e presentes à esposa. Entre os sinais que entram na lista como “bandeiras vermelhas” de um possível mau relacionamento, está comentar os preços e não dar gorjetas aos funcionários.

2 Jovem de 22 anos defende que o namorado perfeito paga todas as contas e sempre serve o vinho

Direitos autorais: reprodução Instagram/ @leaha.ureel

Enquanto Alan se esforça para sustentar o estilo de vida do casal, oferecendo encontros românticos pelo menos duas vezes por semana, servindo o vinho, puxando a cadeira e abrindo portas, ela, por outro lado, explica que cozinha e cuida da casa em tempo integral. “Quero que os outros saibam que não há problema em aspirar a esse estilo de vida”, responde a jovem em seu TikTok.

Decisão

3 Jovem de 22 anos defende que o namorado perfeito paga todas as contas e sempre serve o vinho

Direitos autorais: reprodução Instagram/ @leaha.ureel

Leaha conta que, enquanto estava na faculdade, se deu conta de que não queria passar o resto da vida trabalhando, tampouco pretendia terminar a graduação e trabalhar como garçonete num restaurante qualquer, hábito entre os jovens estadunidenses. Nesse momento, percebeu que gostaria de ser dona de casa, ter um marido sustentando seu estilo de vida, dessa forma teria mais tempo para si mesma.

4 Jovem de 22 anos defende que o namorado perfeito paga todas as contas e sempre serve o vinho

Direitos autorais: reprodução Instagram/ @leaha.ureel

Como Alan não foi capaz de ser o provedor naquela ocasião, os dois resolveram terminar o relacionamento até realizar o sonho da jovem. Ele decidiu montar um negócio próprio de reforma de casas, o que deu certo, tornando possível o desejo de permanecer junto de Leaha. Agora a jovem conta que costuma passear com o cachorro, passar muito tempo cozinhando e cuidando de si.

Além disso, a flexibilidade do trabalho do marido também a agrada, principalmente porque os dois podem facilmente se encontrar no meio de uma tarde qualquer para tomar um café, coisa que em qualquer emprego tradicional seria impossível. De acordo com Leaha, o cavalheirismo do marido é natural, ela não precisa pedir ou mencionar algo, um ponto a que as mulheres devem ficar atentas.

5 Jovem de 22 anos defende que o namorado perfeito paga todas as contas e sempre serve o vinho

Direitos autorais: reprodução Instagram/ @leaha.ureel

Sem se envergonhar de aspirar ao posto de dona de casa, Leaha ainda oferece dicas para encontrar o homem capaz de prover um lar. Para ela, eles sempre devem pagar a conta, servir o vinho na taça das companheiras, dar gorjetas a garçons e garçonetes, vestir-se de maneira elegante, além de nunca remarcar nada de última hora ou reclamar dos preços.