Pessoas inspiradoras

Jovem motoboy estuda na rua enquanto aguarda pedidos. Esforço é maior que a vontade de desistir!

Carlos Alegre, de 24 anos, tem o costume de revisar seus estudos sob a luz do poste da rua, enquanto aguarda os pedidos do restaurante de fast food em que trabalha como entregador.



Cada pessoa possui sua história de superação. Cada indivíduo tem de resolver os próprios problemas e lidar com as limitações que a vida lhe impõe. Mas toda vez que nos deparamos com uma trama que envolva muita batalha e foco nos objetivos, nós nos solidarizamos.

Talvez porque sabemos que também temos as nossas barreiras para ultrapassar ou porque queremos que todas as pessoas no mundo se deem bem.

Recentemente, a fotografia de um jovem entregador de aplicativos viralizou na internet, chegando a ocupar os Trending Topics do Twitter dois dias depois de publicada. Na imagem, um garoto está sentado em uma escadaria, na rua, lendo algumas anotações sob a luz do poste.


Uma moto estacionada ao lado deixa claro que se trata de um motoboy, já que sua mochila de entregas está pendurada.

A cena aconteceu em Málaga, na Espanha e, segundo o jornal Catalunya Plural, Pedro Díaz foi o responsável por todos conhecerem a imagem do jovem entregador. Ele postou a foto no grupo “Beneméritos GC”, mas explica que não foi o autor da imagem, apenas a recebeu pelo WhatsApp. A única coisa que sabia era que o garoto permanecera envolvido com os livros por 15 ou 20 minutos, o tempo de um novo pedido sair.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Beneméritos GC.

Na publicação, Pedro comparou a atitude do rapaz, até então desconhecido, com a onda de crimes e revoltas da população como reação à prisão do rapper Pablo Hasél. Ele escreveu que, enquanto algumas pessoas preferem quebrar lojas e destruir ruas por conta de um “reincidente”, outras acham tempo em qualquer momento do dia para construir um futuro promissor.


Você deve estar se perguntando: quem, afinal, é esse rapaz? Ele é Carlos Alegre, um jovem de 24 anos, apaixonado por carros, motos e tudo o que tem motor e rodas.

Atualmente, ele estuda na EMA Competición, um centro de formação de mecânica de motos de série e de competição, em um curso profissional de dois anos de duração.

Carlos nasceu e viveu em Madrid até completar 12 anos, quando se mudou para Valdepeñas, na Ciudad Real, e terminou a educação secundária oficial (ESO), aos 16 anos, mas revela que nunca foi um bom aluno. Rebelou-se no primeiro e segundo anos do ensino médio, e foi para Londres (Inglaterra), onde trabalhou por seis meses. Essa experiência fez com que ele mudasse o seu jeito. Voltou para sua cidade, terminou os estudos e tomou a decisão de fazer algo que lhe desse prazer.

O jovem fez faculdade em um curso automotivo, mas nunca deixou de trabalhar para ter as próprias economias. Em 2019, sua mãe retornou para Madrid, com sua irmã, e Carlos continuou em Málaga, correndo atrás de seus sonhos.


Em 2020, começou a estudar na EMA Competición, quando percebeu que seus horários eram tão caóticos, que precisaria encontrar um emprego com horários flexíveis.

Logo ficou sabendo dos aplicativos Glovo e Uber, mas decidiu-se pelo segundo, que se adequa melhor ao seu estilo de vida. Na fotografia, é possível perceber que a sacola de entregas exibe a marca Glovo, mas Carlos apenas a comprou porque não queria perder tempo esperando que a da Uber chegasse, o que levaria de três a cinco dias.

Direitos autorais: reprodução Facebook/Beneméritos GC.

O garoto explica que acha normal aproveitar o tempo entre as entregas para estudar, porque assim acredita que não perde tempo, já que nesse tipo de trabalho não existe tempo “morto”. Carlos não possui nenhuma rede social e, para identificá-lo, seus amigos tiveram de ir até ele com a publicação para confirmar sua identidade.


Na instituição onde estuda, todos o elogiam muito, afirmam que ele é um excelente aluno e pode, definitivamente, chegar aonde bem entender.

Iliana Del Barrio, a gerente do centro, explica que Carlos tem um sobrenome que traduz exatamente o que ele é, uma pessoa que transmite boas vibrações e que sempre está com um sorriso no rosto.

No centro de formação, todos os alunos são classificados através de um ranking, e Carlos está na primeira posição. Seu sonho é ser mecânico de uma equipe profissional de competição de motociclismo. Del Barrio contou que ele começará seu estágio na área nos fins de semana, e que isso o fez trabalhar como motoboy, para que conseguisse se adequar aos horários da instituição.

Depois que sua foto viralizou, três empresas da Bélgica, Alicante e Toledo ofereceram bolsas de estudo na área para o garoto. A perseverança e a maneira obstinada de seguir seus objetivos fazem com que ele se destaque em tudo o que faça.


O que achou da história de Carlos Alegre?

Comente e compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Pela primeira vez, bailarina vê sapatilhas da cor de sua pele e se emociona: “Revolucionário”

Artigo Anterior

Jovem que trabalhava na roça tira nota máxima em exame, e realiza o sonho da faculdade

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.