Comportamento

Jovem negra, que viajava de avião com a irmã adotiva branca, é acusada de tráfico de crianças

A jovem relatou o episódio e acredita que as coisas teriam sido diferentes se ela não fosse negra. Confira!



Lakeyjanay Bailey, uma mulher negra, de 21 anos, dos Estados Unidos, viveu uma experiência traumática numa viagem de avião com sua irmã adotiva branca Olivia, de 4 anos.

Segundo contado pelo portal de notícias abc7, ambas estavam viajando de Denver para Dallas, no que parecia ser apenas mais um voo normal, no entanto, as coisas se complicaram quando as irmãs chegaram ao aeroporto de seu destino.

Assim que pousaram, já havia autoridades esperando as duas. Segundo Bailey, quando desembarcaram, dois policiais foram em sua direção, perguntando se poderiam falar com elas. Então, um deles perguntou à mais nova de onde conhecia Bailey e o que era dela, e mais um monte de outras perguntas.


Depois disso, os policiais entraram em contato com a mãe das meninas e uma assistente social para confirmar as informações. Eles ainda levaram ambas à esteira de bagagens para falar com a pessoa que as buscou. Bailey disse que, durante todo o tempo, as pessoas ficaram olhando para ela e a irmã e sussurrando.

Direitos autorais: reprodução abc7/The Denver Channel.

Esclareceu-se que o episódio aconteceu porque um passageiro do voo, numa poltrona perto das irmãs, suspeitou que ela estivesse envolvida com tráfico de pessoas, então, abordou a tripulação e preencheu um documento para documentar suas observações.

O comandante do voo ficou sabendo da situação e decidiu relatar o assunto, já que o tráfico de pessoas usa muito as viagens aéreas para transportar as vítimas. Um relatório do Departamento de Segurança do aeroporto informou que os policiais foram até as irmãs atendendo a um pedido da companhia aérea que transportou as duas.


No documento ainda consta que a companhia pediu à polícia para investigar o assunto após o outro passageiro manifestar preocupação. No entanto, para Bailey, a situação claramente envolve também sua cor de pele.

Direitos autorais: reprodução abc7/The Denver Channel.

Segundo ela, se a situação fosse inversa e uma pessoa estivesse viajando com uma criança negra, a situação seria abordada de maneira diferente. A situação foi bastante traumática e vergonhosa, não apenas para Bailey e Olivia, mas também para toda a família, que agora está considerando abrir um processo contra a companhia aérea.

Essa, infelizmente, não é uma situação tão rara em famílias negras que adotam crianças brancas. Contamos anteriormente por aqui sobre um pai que foi acusado de sequestrar seu filho adotivo branco ao levá-lo a um restaurante.


Empreendedor que passou fome na infância ajuda a alimentar milhares de pessoas todos os anos!

Artigo Anterior

Oprah Winfrey, aos 67 anos, não se arrepende de não ter se casado ou tido filhos: “Me sinto realizada”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.