Comportamento

Jovem posta vídeo dançando e recebe ofensas: “Vá fazer exercícios, sua baleia”

2 capa Jovem posta video dancando e recebe ofensas Va fazer exercicios sua baleia

Karina conta que é constantemente chamada de “baleia” ou outros nomes nas suas redes sociais porque posta fotos e vídeos sem edição ou filtro, mostrando o corpo real.



A chegada da internet alterou a forma como as pessoas se relacionam. Sabemos, por exemplo, que o bullying sempre existiu, mas as redes sociais, a distância e o anonimato fizeram com que muitas pessoas se sentissem como “deuses do ódio”, distribuindo comentários ofensivos e até criminosos em perfis aleatórios sem nenhum motivo aparente.

Chamados de haters (odiadores, em tradução livre), são aqueles indivíduos que usam a internet para destilar comentários de ódio ou críticas sem nenhum fundamento ou critério apenas para fazer com que as pessoas se sintam mal consigo mesmas. Não são poucos os casos de vidas interrompidas pelo ódio ou de vítimas que desenvolveram transtornos psicológicos porque não conseguiram lidar com a raiva gratuita.

Ninguém tem obrigação de “saber lidar” ou “aprender a lidar” com comentários e publicações ofensivas. Se os xingamentos fossem considerados comuns ou normais em nossa sociedade, os haters não precisariam se esconder em perfis falsos para suas inúmeras críticas descabidas.


A designer de 31 anos, Karina Irby, passa por isso com frequência em suas redes sociais pelo simples fato de publicar fotos e vídeos sem filtros ou retoques. Com mais de 1,2 milhão de seguidores, a australiana ganhou popularidade justamente por não utilizar filtros em suas publicações, mostrando e enaltecendo seu corpo real, mas aparentemente isso não agrada a todos os usuários.

2 2 Jovem posta video dancando e recebe ofensas Va fazer exercicios sua baleia

Direitos autorais: reprodução Instagram/@karinairby.

Mesmo que seja possível bloquear o conteúdo ou perfil indesejado, muitas pessoas preferem entrar no perfil da jovem e fazer comentários ofensivos, comparando-a inclusive a uma baleia. Os comentários odiosos não param, mas Karina tem o hábito de compartilhar tudo que recebe, inclusive mostrando o nome e as fotos dos indivíduos que a ofendem nas redes.

Recentemente, em um vídeo que publicou dançando, uma pessoa desconhecida disse que ela era “uma vergonha” e que ninguém quer “ver garotas gordas dançando mal”, pedindo ainda que ela fosse se exercitar para “arrumar as coxas”.


A designer compartilhou a captura de tela do comentário anônimo e disse que as pessoas são extremamente covardes quando querem ofender o outro, escondendo-se atrás de perfis falsos. Ela defendeu que, se alguém sente vontade de “dar uma opinião pública sobre o corpo alheio”, deveria pelo menos ter a coragem de fazê-lo usando a conta verdadeira.

Muitos usuários se solidarizaram com Karina e ainda disseram que o trabalho que ela faz nas redes sociais é impactante, sendo capaz de mudar a vida de milhares de pessoas, principalmente mulheres que se sentem incapazes e insatisfeitas com seus corpos.

2 3 Jovem posta video dancando e recebe ofensas Va fazer exercicios sua baleia

Direitos autorais: reprodução Instagram/@karinairby.

2 4 Jovem posta video dancando e recebe ofensas Va fazer exercicios sua baleia

Direitos autorais: reprodução Instagram/@karinairby.


Outros seguidores reforçaram que os haters são os indivíduos que têm tantas inseguranças a respeito de si mesmos, que acabam destilando ódio a qualquer outra pessoa que lhe pareça mais segura e autêntica. Os usuários defenderam a jovem, reforçando a importância de perfis reais nas redes sociais para ajudar os adolescentes e adultos a desmistificar a ideia do padrão de beleza e do corpo perfeito.

Homens carinhosos valem muito mais do que os bonitos!

Artigo Anterior

Para ajudar pai procurado pela polícia por furtar fraldas, população se oferece para pagar a conta

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.