Notícias

Depois de viralizar em ‘festa do beijo’ durante pandemia, jovem diz se arrepender

Sem Titulo 1 49

O evento gerou muitas reações negativas, e fez com que a mulher publicasse um pedido de desculpas. Entenda!

O isolamento social, em todas as esferas da sociedade, tem sido uma das medidas mais recomendadas desde o início da pandemia para proteger a nós mesmas e as pessoas ao nosso redor do vírus.

Essa regra tem sido cumprida com muito respeito e dedicação por milhares de pessoas, que reduziram a sua vida social significativamente, colocando a saúde em primeiro lugar. Entretanto, também existem casos de brasileiros que mostram que não se importam com as regras, uma jovem em especial ficou famosa nas redes sociais por uma conduta bastante reprovada nos últimos tempos.

Segundo informações do UOL, Kawanne Nobre, do Ceará, viralizou ao ser vista em um evento de aniversário, chamado “Festa do Beijo”, no último dia 21 de maio, recebendo beijos no rosto de 13 homens.

A TV Verdes Mares, afiliada da TV Globo, explicou que Kawanne era apenas uma das centenas de jovens aglomerados no local, mas que chamou a atenção em particular porque gravou um vídeo e postou nas redes.

As imagens mostram Kawanne fazendo uma brincadeira com os 13 amigos, um de cada vez. Na brincadeira, ela perguntava “tapa ou beijo?” e, na sequência, um dos homens dava um beijo no rosto dela e logo outro se aproximava.

Em determinado momento da gravação, a jovem declarou que não temia ter problemas com a Justiça porque sua avó era juíza.

No entanto, com a grande repercussão negativa de sua atitude, Kawanne mudou de ideia e, antes de se dirigir à delegacia da Polícia Civil da Região Metropolitana do Cariri, publicou um pedido de desculpas na rede social.

Na mensagem, a jovem afirma reconhecer que errou, já que vivemos em um momento em que várias famílias sofrem por terem perdido membros ou por estarem acompanhando suas lutas nos hospitais.

a nota emitida pela jovem no instagram

Direitos autorais: Reprodução Instagram

Kawanne também se desculpou de forma geral com a população por sua atitude, frizando estar arrependida. A jovem aconselhou outras pessoas a não repetirem os mesmos “erros”, afirmando que a única maneira de vencermos o vírus é seguindo os protocolos de segurança.

Sobre a declaração de que a avó seria uma juíza, a jovem disse que se tratava apenas de uma brincadeira e que a mulher é comerciante.

A emissora também informou que, no próprio dia 25, a Polícia Civil interrogou 20 das 30 pessoas identificadas nos vídeos que se espalharam pela web.

Após demissão, apresentadora da Record expõe supostos casos de machismo

Artigo Anterior

PM decide deixar carreira após acusar tenente-coronel de assédio e ameaças de morte e é exonerada

Próximo artigo