4min. de leitura

Juiz faz audiência na casa de idoso para conceder sua aposentadoria

Uma das melhores qualidades que uma pessoa pode desenvolver é a empatia. Ela nos torna mais humildes, cuidadosos e amorosos com as pessoas ao nosso redor, e nos mostra que sempre há algo que podemos fazer para tornar o mundo um lugar mais positivo e feliz.


Não importa qual seja nossa posição, sempre podemos fazer o bem e iluminar as vidas de outras pessoas, e a história que vamos contar hoje é um exemplo disso.

Na cidade de Campos Belos, interior de Goiás, um juiz provou que sua profissão também é sua missão de vida, e que oferecer dignidade para as pessoas que mais precisam não custa nada, e é um dever de todos.

Seu Domingos José dos Santos é um senhor de 83 anos que corria risco de perder a sua aposentadoria, porque não tinha condições de ir até o Fórum da cidade, devido a um derrame que sofreu há algum tempo.

Sabendo das condições de seu Domingos, Fernando Marney Oliveira, juiz da comarca de Campos Belos, foi até a residência do senhor conceder sua aposentadoria rural, para que ele não perdesse seu direito. As informações são do site TNH1.


A família já estava sem esperanças, como conta a dona Maria Ferreira, de 77 anos, mulher de seu Domingos:

“Tinha certeza de que ele iria perder (a aposentadoria) porque não saímos de casa com ele. É muito difícil e ele sente muita dor. Tem mais de quatro meses que não saímos com ele, a médica vem aqui e o vê quando ele precisa”.

Mas a atitude do juiz trouxe esperança e alegria para a família que tanto precisava dessa renda a mais.

Participaram da audiência duas testemunhas e advogada do Domingos. O processo durou cerca de 15 minutos e no final deu tudo certo.


“Tudo no improviso, mas graças a Deus ele teve a humildade de vir até aqui e nos dar essa alegria”, celebrou Maria.

Quando foi avisado de que tudo tinha dado certo, seu Domingos acenou com a cabeça e agradeceu, com um pouco de dificuldade, por conta do derrame:

“Obrigada a Deus, doutor e todos vocês”.

A advogada da família, Florismaria Ferreira Barbosa afirmou que o caso de seu Domingos é muito emocionante e que o final feliz desperta um sentimento de infinita gratidão“É a primeira vez que eu vejo aqui em Campos Belos o juiz vir à casa de uma pessoa que está numa situação dessas”.

O juiz Fernando lembrou de que por lei, deve sair do gabinete e ir até a casa da parte interessada, em alguns casos, especialmente em casos com o do seu Domingos, e acrescentou que essa é uma forma de mostrar que existem vidas por trás de cada processo.

Ainda assim, é um exemplo que deve ser compartilhado e celebrado, pois vivemos em um mundo egoísta, mas a esperança vive e o bem também.

Um grande exemplo para todos nós! Inspire-se por essa atitude e acrescente mais atitudes de empatia e bondade em sua vida!


Direitos autorais da imagem de capa: Divulgação





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.