Signos

Julgam o livro pela capa: os 4 signos que se importam mais com a aparência do que com a integridade!

capa site Julgam o livro pela capa os 4 signos que se importam mais com a aparencia do que com a integridade

Sempre tiram conclusões precipitadas, analisando as pessoas a partir da primeira impressão, sem ligar para o que carregam em seu interior.

Nossa natureza humana parece carregar o julgamento em pequenas dosagens, lançando um olhar crítico a todos à sua volta. Mas essa característica, por mais que nos permita transitar em círculos sociais distintos, também precisa ser dosada, já que não é interessante julgar terceiros o tempo inteiro.

Muitas vezes também confundimos “ter uma opinião formada sobre um assunto” com críticas vazias e sem nenhuma intenção positiva. A partir do momento em que se julga uma pessoa sem analisar seu contexto pessoal, sem compreender seus problemas e questões, faz-se um movimento unilateral, em que o mundo é medido com nossa régua pessoal, e tudo o que destoa das nossas métricas é considerado errado.

“Julgar um livro pela capa” ou tecer comentários vazios apenas em busca de entretenimento, além de ser um comportamento excludente, também diz mais sobre a pessoa que fala do que sobre quem recebe as críticas. Dentro do zodíaco, alguns signos solares acabam manifestando esse comportamento mais do que os outros. Confira abaixo quais são:

1.Touro

Os taurinos e as taurinas têm o hábito de ser transparentes, sem poupar palavras e sem pensar duas vezes antes de criticar ou julgar qualquer um. Como são pessoas de terra, usam dessa falsa sensação de comodismo para emanar aquilo que acreditam ser “verdade”, mas que, na maioria das vezes, se revela mais como julgamentos equivocados.

Esse traço marcante de buscar sempre o conforto, as relações tranquilas e tudo de interessante que entre no seu espectro pode fazer com que se comporte como um inquisidor, colocando todos os que fogem desse padrão na berlinda, ironicamente falando. Mas como são pessoas extremamente tranquilas, só demonstram esse comportamento quando estão em desequilíbrio emocional.

2.Capricórnio

Os capricornianos possuem um problema complexo, que desencadeia esse comportamento superficial de julgamento: eles querem ter razão em tudo! Mas não é só isso, querem ter a palavra final, e toda vez que percebem que perderam alguma discussão ou não ficaram sem argumentos para continuar, preferem julgar a pessoa a concordar com o que ela diz.

Além disso, sempre que se sentem ameaçados, estes nativos analisam mais a aparência do que a personalidade das pessoas envolvidas na difícil equação. No trabalho, podem se mostrar difíceis concorrentes, daqueles que gostam de espalhar pequenas fofocas sobre seus opositores para conseguir uma posição de destaque.

3.Áries

Os arianos, assim como os capricornianos, têm forte tendência a competir por atenção, por posição profissional e até pelo amor. Mas a agressividade e a impulsividade estão presentes na personalidade destes nativos, e têm mais facilidade para enfrentar os outros. Mesmo assim, essa característica nem sempre é positiva, já que eles partem do pré-julgamento para iniciar qualquer debate ou desavença, exagerando nos comentários e passando por mal-educados.

Como eles falam tudo o que pensam, acabam não sabendo filtrar bem o que dizer, o que significa que, em muitos momentos, serão mal compreendidos ou pegarão pesado, até mesmo com as pessoas mais próximas. O melhor para os arianos seria pensar antes de falar e guardar os julgamentos para si mesmos.

4.Virgem

Os virginianos não são apenas críticos, são também autocríticos, o que implica que ninguém escapa do seu olhar analítico, nem eles mesmos. Quanto mais jovens forem, mais eles julgarão os outros pela aparência, principalmente se sentirem algum incômodo ou desconforto vindo dos outros.

Acabam se envolvendo em inúmeros conflitos ao longo da vida, muitos que poderiam ser plenamente evitados se soubessem como falar educadamente com as pessoas. Assim que batem o olho em alguém, acreditam que sabem o que se passa na cabeça dessas pessoas, mas vale lembrar que eles costumam se enganar.

0 %